“Ame e Dê Vexame”, de Roberto Freire, ensina a mergulhar de cabeça no amor

Temer o ridículo fecha os casais para a experiência lúdica de amar

7 de novembro de 2013 - por Administrador
"Ame e Dê Vexame", de Roberto Freire, ensina a mergulhar no amor

Dizem que quando alguém está muito apaixonado fica bobo e sorrindo à toa. Pensando por esse lado, passar por situações que beiram o ridículo é mais do que comum no amor, não é? E é disso que trata o lançamento da Editora Master Books, “Ame e Dê Vexame”, de Roberto Freire. O livro fala dos medos, prazeres e ridicularidades no aprendizado de amar.

Na obra, o psiquiatra destaca a nova ideologia do sacrifício, que tem convencido as pessoas de que amar significa perder a sua liberdade, levando a relações de poder, dominação e castração do outro. Na obra, Freire declara guerra a essa ideia, com outra muito mais natural: a ideologia do prazer.

Fundamentado na liberdade, o autor defende a necessidade de amar de maneira lúdica, criativa e muito prazerosa e vencer o medo do ridículo, que se confunde com o medo de se enamorar e ser livre. Ele ensina como assumir as surpresas do coração e mergulhar de cabeça no sentimento que, com o tempo, se revela a única grande motivação de viver. 

Quer saber mais sobre os livros da Editora Master Books? Clique aqui



Já curtiu a página da Editora Master Books no Facebook? Clique aqui 

Tags: