Foto: Reprodução/Instagram @fepaesleme
Saúde Vida Prática

Síndrome do Intestino Irritável? Saiba tudo sobre o mal que aflige Fernanda Paes Leme

Fernanda Paes Leme chamou atenção para um mal silencioso que acomete muitas pessoas, e na maioria das vezes elas nem sabem: a Síndrome do Intestino Irritável. Recentemente, a atriz e apresentadora usou sua conta oficial no Instagram para desabafar sobre o caso.

“2017 começou lindo mas logo veio uma pequena complicação chamada ‘Síndrome do Intestino Irritável’. Fui ao médico (gastro), fiz exames, tudo como deve ser. Por conta dessa síndrome algumas coisas na minha rotina precisaram se transformar. Principalmente na alimentação e também exercícios” … “O bom é que com a alimentação e disciplina eu já estou ótima e não tive mais dores. É muito importante não deixar passar nenhum sinal estranho do nosso corpo. Eu sentia dores fortes, cólicas e deixava pra lá, até realmente ter uma crise bem séria. Procurem profissionais e se cuidem sempre!”.

+ Aliados naturais: os alimentos que ajudam a reduzir a inflamação do corpo
+ Tem dormido mal? Saiba o que é necessário para uma boa qualidade no sono
+ Saúde em alta! Os cuidados que você deve ter durante a menstruação

Foto: AndreyPopov/istock
A síndrome caracteriza-se por dor constante, semelhante à cólica. Foto: AndreyPopov/istock

Mas o que é a Síndrome do Intestino Irritável afinal?

A boa notícia é: não é uma doença! De acordo com Flávio Quilici, presidente da Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), “é apenas um distúrbio. Doença é como a úlcera, que faz ferida, por exemplo. Nesse caso não há uma lesão no intestino, mesmo ele não funcionando direito. Esse problema existe por uma hipersensibilidade, ou seja, quem tem, come o mesmo que a gente come, mas sente um incomodo muito maior”.

Esse mal não nasce com a pessoa, se desenvolve com o tempo. “Uma de suas principais causas é consequência de gastroenterite, um descontrole no funcionamento da microbiota (antes chamada de ‘flora’) intestinal. Além disso, ela acomete mais mulheres jovens (de 20 a 40 anos) que homens. Pode acontecer em todas as idades, mas essa é a media”, esclarece o médico.

Foto: bokan76/istock
Problemas emocionais também tem alto poder agravante nos sintomas. Foto: bokan76/istock

Principais sintomas e agravantes

Ela sempre virá acompanhada de dor. Sempre. “Sim, a pessoa tem uma dor semelhante a uma cólica, junto ou com diarreia ou com intestino preso. Usualmente ela só apresenta um dos quadros, mas às vezes, incomumente, alterna entre um e outro. Se você não sentir dor, não é a síndrome”, afirma o Dr. Flávio.

Esses sintomas podem ser agravados por alguns alimentos que causam mais irritabilidade ainda, “como os que fermentam, por exemplo. Há também a influência de fatores emocionais, como nervosismo, estresse, depressão, etc.”, lista o profissional que complementa: “ela é benigna, não vira câncer, mas é muito incômoda, porque os sintomas ocorrem com muita frequência”.

Foto: Reprodução/Instagram @fepaesleme
Mudar o hábitos alimentares é uma das principais medidas no tratamento. Foto: Reprodução/Instagram @fepaesleme

Por dentro do tratamento

A Síndrome do Intestino Irritável é combatida com uma tentativa de diminuir a hipersensibilidade. Como? “Melhorando a alimentação e mudando ou adquirindo novos hábitos de vida. Agora, é importante ressaltar que não existe uma fórmula, é tudo muito individual, o médico precisa entender cada paciente dentro do que ele mais sente. Como as próprias causas ainda não são tão conhecidas, a Ciência não comprova uma cura definitiva”, diz o Dr. Quilici. Sendo assim, agir de modo preventivo, ainda é a melhor saída!

Enquetes

enquete

Que delícia junina te faz esquecer a dieta?

Carregando ... Carregando ...