Se a falta de sono ou a noite mal dormida passarem a influenciar negativamente no seu dia a dia, é sinal de buscar ajuda médica - ou mudar os hábitos FOTO: thinkstock
Saúde

Tem dormido mal? Saiba o que é necessário para uma boa qualidade no sono

Dormir bem, hoje em dia, tem sido cada vez mais difícil – e a manhã seguinte que o diga! São muitas as pessoas que, inclusive, sofrem com distúrbios, e em função das mais variadas causas, como estresse, sedentarismo, alimentação desequilibrada etc.

+ Juíza Mylene Ramos mostra por que o ativismo negro feminino é tão importante

+ Treinador das famosas ensina três exercícios poderosos de Emma Stone

+ Previdência Social: a situação da Pública e por que investir na Privada

Como saber, no entanto, se é a hora de procurar ajuda de um especialista ou mudar os hábito? Recentemente, a “Fundação Nacional do Sono” (EUA), publicou no jornal médico “Saúde do Sono” um guia de recomendações para que se possa identificar o nível da qualidade do descanso noturno.

Estabelecido por uma equipe de médicos e baseado nas revisões de 227 estudos sobre o assunto, ele apresenta os comportamentos considerados mais adequados na hora de recostar a cabeça no travesseiro. Veja os principais deles:

Dormir mal é um problema comum hoje em dia e afeta uma boa parte das pessoas FOTO: thinkstock

Adormecer é rápido e demora 30 minutos ou menos

O fato de não conseguir pegar no sono é frustrante e pode desencadear quadros de ansiedade assim como outros problemas. O impedimento possivelmente significa que você esteja indo para a cama muito cedo para o seu relógio biológico interno, ou realizando ações estimulantes demais próximo a esse momento, que não permitem que o seu cérebro “desligue”. Para evitar a situação, procure por procedimentos relaxantes em torno de 60 minutos antes do horário previsto de ir para o quarto – tente, ainda, ficar longe de celulares, computadores e preocupações com e-mails do trabalho durante esse período.

Não se deve levantar mais que uma vez à noite

Para adultos maiores de 65 anos, por exemplo, é normal e apropriado levantar cerca de duas vezes. Agora, quando esse número é bastante alto, pode haver correlação com certas disfunções de saúde, como apneia do sono, dores, desconforto (com o travesseiro, colchão), refluxo gástrico, entre outras. Caso seja difícil apontar uma razão específica, consulte um médico para averiguá-la melhor.

É fácil de voltar a dormir depois – isso acontece em 20 minutos ou menos

O corpo, geralmente, permanece de 10 a 15 minutos em um estado de relaxamento logo após o despertar. Uma vez que atinge essa faixa, aciona os mecanismos de alerta – o que desencadeia uma “cascata” de sentimentos e emoções para manter os olhos abertos.

Vários fatores influenciam na qualidade do sono, como levantar à noite, demorar para adormecer e, também, não dormir por, pelo menos, 85% do tempo que você permanece na cama FOTO: thinkstock

Se passar dessa faixa e não for possível, de jeito nenhum, voltar para o soninho gostoso, o indicado é fazer algo tranquilo, e jamais partir para uma atividade que envolva qualquer tipo de tela: então, leia um livro, ouça uma podcast de músicas calmas…

Você dorme por 85% do tempo que está na cama

Se essa proporção for menor, pode denotar insônia ou transtornos do gênero. A indicação é de que a cama não seja usada para outros propósitos senão o ato de repousar ou de praticar sexo! Assistir televisão, checar as notificações das redes sociais ou trabalhar nela precisam ser completamente eliminados do cotidiano.

Vale lembrar que tais guidelines foram endorsadas pela Associação Americana de Anatomistas, a Academia Americana de Neurologia, a Sociedade Americana de Fisiologia, a Sociedade de Gerontologia da América, A Sociedade de Anatomia Humana e de Psicologia, a Sociedade Pesquisadora dos Ritmos Biológicos, a Sociedade Pesquisadora do Desenvolvimento Humano e a Sociedade Pesquisadora da Saúde da Mulher. Claro que variações são passíveis de ocorrer – o fundamental é observar quando se tornam extremas e prejudicam a rotina como um todo.

Enquetes

enquete

Que delícia junina te faz esquecer a dieta?

Carregando ... Carregando ...