Quebre as regras da decoração e deixe a casa com a sua cara
Comportamento Vida Prática

Quebre as regras da decoração e deixe a casa com a sua personalidade

Decorar a casa é como colocar um pouco da nossa personalidade para fora e fazer com que os ambientes fiquem, além de bonitos e estilosos, agradáveis e com muito conforto. Para isso, deve-se, sim, pensar em conceitos básicos e pré-estabelecidos de decoração, porém, essas regras não são intocáveis.

+Vista suas paredes! Arquiteta conta como deixar sua casa mais moderna

+Seis dicas incríveis para reformar os móveis e decorar sua casa

+Fuja de oito erros de decoração que deixam espaços pequenos ainda menores

É possível quebrar as regras e deixar tudo conforme os seus desejos pedem, afinal a casa é sua. Para tanto, existe um princípio que deve ser sempre levado em conta: a harmonização entre a sua vontade, as cores e o espaço que você tem. De acordo com o decorador Luiz Henrique Menezes, uma boa decoração precisa, antes de tudo, ser prática e funcional. “Casa é energia e pede manutenção semanal. Nada melhor do que chegar em uma casa única e sua”, fala. Conheça abaixo as principais normas da decoração e como você pode acabar com elas.

Paredes coloridas


Você pode colocar cores fortes na paredes e quebrar o peso com objetos de cores mais claras Foto: Scovad/iStock

Por isso, aquela ideia de que não se pode pintar todas as paredes de uma residência com cores vibrantes pode ser relevada. “A cor é algo muito pessoal. Tem gente que se sente bem”, explica a arquiteta Graziella Aguiar, da Master House Manutenções e Reformas. Se você é uma dessas pessoas, saiba que você pode harmonizar o ambiente de cores mais escuras com objetos em tons mais claros, seja na sala ou nos quartos. “Você pode quebrar o peso pendurando quadros de moldura branca, por exemplo”, indica Simone Serrano, decoradora e personal organizer da Organizzarte.

Quartos sem tons vibrantes

Os quartos são espaços bem pessoais, por isso é preciso escolher uma cor que te faça bem. Menezes fala que a indicação é de cores convidativas, mas que nada limita a ter tons fortes. “As cores são energias, e nada pior do que um ambiente que não passa sensação de aconchego”, explica.


Quartos são os lugares mais pessoais de uma casa. Você precisa se sentir bem nele Foto: piovesempre/iStock

Madeira x áreas molhadas

Madeira ou imitações do material no chão de banheiros e cozinhas é outra opção que está em alta. Em geral, a indicação é sempre colocar piso frio nestes locais por conta da cultura brasileira de usar água para lavar esses ambientes. “Em outros lugares do mundo, usa-se a lavagem a seco. Em banheiros, o vapor pode prejudicar, mas em outros lugares, não vejo problema”, diz Graziella.

A profissional ainda conta que, atualmente, os assoalhos que se parecem com madeira são bem resistentes. Já Menezes alerta para o fato de que pisos com desenhos tornam a tarefa de encontrar um bom tapete mais difícil. “O certo é pesquisar muito antes de colocar”, fala.

Móveis grandes em ambientes pequenos

A regra aponta que cômodos pequenos não devem ter paredes escuras, nem móveis grandes. “Se você optar pelos grandes, diminua o tamanho das outras peças para equilibrar”, aconselha Simone. Menezes acredita que uma mobília pequena deixa o ambiente vazio. “Por que não usar móveis grandes? Uma boa circulação no ambiente é fundamental. Assim, ele ganha personalidade”, opina.

Apenas três cores por ambiente

Outro conceito que as pessoas costumam obedecer é aquele que diz que só se pode usar três cores em um ambiente. “O que se faz é procurar uma composição harmônica pensando na funcionalidade”, explica Graziella. Isso não significa que devamos nos limitar a apenas três cores. Menezes quer o fim do mundo bege e sem cor. “As cores são perfeitas, basta ter cautela para usá-las”, avalia.

 

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...