Foto: maurusone/istock
Carreira & Finanças Vida Prática

Pensando em abrir um negócio? Veja as cinco maiores dúvidas na hora de empreender

Abrir o próprio negócio é um sonho de muito brasileiros. Mas antes de dar um passo tão importante, surgem muitas dúvidas. Para entender melhor como funciona esse início, o DaquiDali pediu a um especialista da área de empreendedorismo que selecionasse as cinco maiores questões dos futuros empresários.

Marcelo Rivani, psicólogo, professor na Fundação Getúlio Vargas e executive coach em empreendedorismo, declara que “segundo pesquisas do SEBRAE 70% dos brasileiros se tornam empreendedores por enxergar uma oportunidade de negócio e 30% por necessidade”. É ele quem conta quais são as grandes dúvidas e responde cada uma delas. Fique esperta porque uma pode ser a sua!

+ Conheça os desafios de empreender e como vencê-los para ter sucesso
+ Tem mão boa para a cozinha? Descubra como usar isso a seu favor para ganhar dinheiro
+ Quer empreender? Fique por dentro dos cuidados necessários para abrir o seu negócio em época de crise

Foto: Highwaystarz-Photography/istockg
Os brechós tem sido um bom investimento na atualidade. Mas tem que ser estiloso! Foto: Highwaystarz-Photography/istockg

O que está em alta em época de crise?

O princípio é básico: fique atenta para identificar o que o mercado pede. Quais as necessidades dos consumidores? O que faz falta? A seguir, as tendências listadas por Marcelo que estão em alta:

Brechós: comprar roupas novas tem perdido espaço para as roupas seminovas, e por isso os brechós estilosos têm caído no gosto popular.
Oficinas mecânicas: a crise faz com que manter um automóvel por mais tempo seja menos oneroso ao seu proprietário, sendo assim, as oficinas estão em alta.
Oficinas de reformas de vestuários: reformar peças é uma forma de economia para os brasileiros, e ser rápida no atendimento com eficiência de resultados é um diferencial.
Lojas de atacados: no momento de crise, os brasileiros buscam opções de compra em lojas que concentrem um grande numero de produtos a preços mais acessíveis.
Alimentação: explore a área de alimentação saudável e rápida. São ótimas para serem comercializadas para pessoas físicas ou empresas.
Café da manhã para empresas: há uma tendência, baseada em programas corporativos, no oferecimento aos colaboradores de um café da manhã saudável e com diversidade de produtos. Esse segmento é interessante e em expansão.

Como eu descubro qual o melhor mercado pra mim?

Pesquise e pergunte-se: “na região em que pretende abrir sua empresa, qual o poder de aceitação, consumo ou uso de seu produto? Os concorrentes como estão? A população que transita é um possível cliente, ou somente estão de passagem?  Essas respostas poderão definir se realmente as localizações geográfica e demográfica estão favoráveis ao seu novo negócio”, diz o especialista.

Foto:  VladTeodor/istock
Estudar a concorrência é fundamental se você opta por trabalhar com algo que já existe. Foto: VladTeodor/istock

É melhor trabalhar com um produto inovador ou que já existe?

Se o que você irá comercializar o que é inédito, parabéns! “Talvez você tenha encontrado a ‘galinha dos ovos de ouro’, mas se seu produto ou serviço já existir, aqui vai uma dica preciosa: estude seu concorrente e procure identificar as deficiências que ele possui para que você não as cometa. O mercado precisa de um atendimento ou serviço de qualidade e excelência, não de mais do mesmo, então, seja diferente e você terá sucesso”, recomenda Rivani.

Como divulgo minha empresa?

Através de um plano de marketing físico e digital. A divulgação de sua marca, serviços ou produto é o que lhe projetará no mercado, para tanto, o consultor deixa claro que “é fundamental desenvolver um plano de marketing adotando canais convencionais de divulgação. Você pode utilizar catálogos, panfletos, ou outros materiais nessa linha de ação, entretanto, atualmente a utilização e exploração das redes sociais é o diferencial que lhe fará conhecida. Esse canal é rico, uma porta escancarada para seu produto aparecer. Um bom site e uma página bem interessante nas redes sociais poderão lhe auxiliar muito”.

Foto: SolisImages/istock
Na dúvida em montar um plano de negócios sozinha, convide os amigos mais experientes no assunto para te ajudarem. Foto: SolisImages/istock

Como fazer um plano de negócio?

Ele é o primeiro passo, sem esse plano nada acontecerá. O profissional sugere que você responda as seguintes perguntas ao montá-lo:

– O que quero fazer?
– Por que quero montar um negócio?
– Quanto de investimento será necessário?
– Qual a estimativa de faturamento e margem de lucro?
– Quanto tempo levará para obter o retorno do capital investido?
– Como treinarei as pessoas da empresa?

Ao responder essas perguntas, você estará iniciando oficialmente seu empreendimento. “Seja realista e calculista. Sempre ressalto que para abrir um negócio, não tenha paixão, pois a paixão cega e impede de ver os defeitos por quem se está apaixonada. Trate seu negócio como investimento, seja fria ao analisá-lo, flexível para mudar de rota e humilde para redesenhar seus objetivos”, diz o executive coach.

Enquetes

enquete

Que delícia junina te faz esquecer a dieta?

Carregando ... Carregando ...