Inspire-se em cinco ambientes dos filmes para renovar a casa
Comportamento Vida Prática

Inspire-se em cinco ambientes dos filmes para renovar a casa

Você quer mudar a decoração, mas não tem ideia por onde começar? Que tal aproveitar aquele tempo de bobeira na frente da TV para se inspirar? Muito mais do que um bom entretenimento, os filmes podem ser a inspiração que faltava para deixar a casa linda e com a sua cara.

+ Cores néon estão em alta na decoração. Especialista dá dicas para usar

“O Grande Gatsby” – decor clássica

Para quem gosta de um estilo sofisticado e tradicional, o glamoroso “O Grande Gatsby” é um prato cheio. Com muitos detalhes, mistura de cores impecável e materiais nobres, os ambientes agradam até as mais exigentes. “Destacaria dois pontos nessa sala, primeiro o conforto, já que ambientes clássicos nunca deixam de ser aconchegantes e confortáveis e segundo a personalidade forte exalada pelos personagens”, explica a designer de interiores Julia Varaschin.

Para a arquiteta Thalita Miyawaki, outras peças que merecem destaque são as poltronas e os lustres de cristais. “O ambiente como um todo pode ser incorporado na vida real. Em geral, as peças são elegantes e estão no seu devido lugar, sem exageros. Há sofás para receber as pessoas, mesas de apoio, decoração floral e tapete envolvendo todos os assentos”, completa.

Note que, apesar de neutro e quase monocromático, o ambiente possui toque de cor, com o vermelho do tapete maior se repetindo em alguns poucos itens de decoração, como o quadro e os cristais. De maneira geral, se você é clássica essa é uma ótima dica: escolha um tom e pincele em pontos pequenos do espaço para tirar o branco total. “O destaque no tapete combinou muito bem, porém não são todos que pedem toque de cores, eles geralmente são mais neutros e se exagerar demais pode quebrar toda a naturalidade”, adverte Júlia.

“For a Good Time Call” – retrô descolado

Você é uma pessoa descolada e que gosta de trabalhos manuais? Então investir em detalhes como as almofadas do filme, os enfeites em crochê e tricô vão agradar. “As cores são bem vindas, principalmente quando se enquadra no estilo vintage. O apresso pelo passado e a história pessoal estão evidentes com os objetos como o telefone, e ele fica um ambiente acolhedor feito de lembranças e cores”, analisa a arquiteta.

Para deixar a casa com esse toque retrô, mas moderninho, você pode garimpar em brechós, depósitos e antiquários. Eles guardam objetos cheios de personalidade e com esse jeitinho “do tempo da vovó”.

Se a base da sua casa é neutra, com paredes brancas ou claras, não tenha medo de adquirir itens com muita cor, são eles que vão dar sua personalidade. “Podemos usar exatamente como no filme: almofadas, paredes, tapetes, tudo depende da sua criatividade. Sempre digo que três cores para trabalhar são suficientes, mas mesmo assim podemos usar diversas estampas sem deixar exagerado”, indica Julia.

“Sex and the City” – urbano e feminino

“A personalidade desse ambiente é muito urbana, pois observamos que se trata de um pequeno espaço com maleabilidade funcional. Vemos isso pela sala estar ligada ao quarto, com uma bancada de trabalho a esquerda, suprindo as necessidades do cotidiano e os poucos metros quadrados”, conta Thalita. Se você tem um apartamento pequeno, a casa de Carrie, personagem de Sarah Jessica Parker, é um ótimo exemplo de como aproveitar muito bem cada centímetro para deixar tudo incrível.

Por ser aberto e todo em uma única cor, com molduras brancas, o ambiente parece maior do que realmente é, e a parede atrás da cama ganha destaque com as molduras divertidas em formatos e cores variados. Como o DaquiDali já te contou, é fácil fazer suas próprias molduras e usá-las para acrescentar um toque de design.

O toque requintado, de acordo com Thalita, é conseguido através da mistura de materiais, sempre bem vinda na decoração. Se você quer dividir um mesmo ambiente em dois, com uma área para televisão e outra para receber amigos, por exemplo, a ideia do cenário é uma ótima tática: “a diferença de cores evidenciada nos tapetes demarca a divisão entre os ambientes, que são integrados pela cor da parede”.

“Histórias Cruzadas” – retrô colorido

Pela foto é possível notar que existem muitas cores e materiais que fazem referência aos anos 1940 e 1950, o que pode dar uma sensação de aconchego e nostalgia, já que remete a uma decoração comum na infância de boa parte das pessoas. “Utilizar revestimentos em uma bancada em tons pastéis, ladrilhos em detalhes na parede da bancada da pia e objetos de decoração florais são alguns exemplos de como dar esse ar retrô sem exageros e sem datar a decoração”, aconselha a arquiteta.

Para levar à sua casa, a designer Julia indica misturar os elementos contemporâneos e modernos com aquela cadeira antiga e colorida, o que ajuda a quebrar a impressão de antigo. “O xadrez do piso, bem aplicado, pode ficar um arraso e leva muita personalidade ao espaço”, completa.

“Amizade Colorida” – monocromático divertido

Monocromático não precisa ser sinônimo de neutralidade, ele pode ser feito de maneira mais moderna com as suas cores favoritas. No ambiente do filme, note que diferentes tons de verde aparecem no sofá, objetos de decoração e até mesmo nas paredes. “O principal nesses casos é não ter medo de errar, afinal, quando se utiliza tom sobre tom como aqui, as chances de errar são realmente bem pequenas. Lembre-se que as cores nas paredes se tornam divertidas e se enjoar é só repintar”, diz Thalita.

Ao escolher a cor, lembre-se de que as cores quentes tornam o espaço mais alegre, estimulante e irradiam mais luminosidade, enquanto os tons frios, como verde, lilás e azul, despertam a espiritualidade, a tranquilidade e ampliam o espaço. “Tons muito próximos podem não ser notáveis, por isso procure utilizar sempre dois ou três tons abaixo ou acima”, alerta Julia. Agora que você já sabe como transportar as ideias dos filmes para sua casa é só colocar a mão na massa e deixar tudo renovado.

Advertisement

Enquetes

enquete

Que problema da pele do rosto mais te incomoda?

Carregando ... Carregando ...