FOTO: thinkstock
Comportamento Saúde Vida Prática

Estudo sugere que problemas de sono podem estar ligados ao uso excessivo das mídias sociais

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, sugere que o uso das mídias sociais esteja ligado aos problemas do sono.

Há muito que se discute o quão prejudicial a internet pode ser com relação a essa questão, ainda mais depois do surgimento de gadgets como celulares e tablets, fáceis de serem levados para a cama antes de dormir, e acessados logo pela manhã.

Nesse novo trabalho, 1.788 adultos entre 19 e 32 anos de idade, todos internautas com diferentes níveis de interesse, foram entrevistados. Foi constatado que a média de uso dos sites era de 61 minutos por dia, 30 vezes por semana, e que 30% dos indivíduos já demonstravam graves problemas de sono.

Ao final, aqueles que checavam mais vezes o que estava sendo postado nas mídias sociais ao longo da semana, tinham três vezes mais chances de apresentarem distúrbios no sono em comparação aos que usavam as redes ocasionalmente. Ainda, os que passavam mais tempo conectados ao longo do dia tinham o dobro do risco.

Os autores enfatizam, no entanto, a necessidade de mais estudos conclusivos, a fim de confirmarem qual é o maior influenciador nessa história: se o uso excessivo das redes sociais é que gera problemas de sono ou o contrário.

Vale lembrar que horas bem dormidas de sono (média recomendada é de seis a oito semanais) previne diversos tipos de problema como a obesidade, hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares, falém de fortalecer a memória e melhorar a qualidade de vida.

Advertisement

Enquetes

enquete

Que problema da pele do rosto mais te incomoda?

Carregando ... Carregando ...