Foto: Thinkstock
Dieta e Fitness

Quer entrar em forma? Fuja desses comportamentos na hora do exercício

Ficar em forma é, de fato, um trabalho de formiguinha, uma luta diária. Mas já que você firmou esse compromisso com você mesma, não deixe que nada te atrapalhe, principalmente os comportamentos abaixo, que são verdadeiros sabotadores dos seus exercícios!

+ Incluir o parceiro na rotina de exercícios é um belo incentivo a você
+ Manual da gordura localizada: chega de dúvidas para eliminá-la
+ Você malha e não vê diferença alguma na silhueta? Desvende alguns motivos

Parar antes de todas as repetições ou no meio da série

Esse comportamento é muito comum. Dói um pouquinho, já para. Mas isso não é legal, pois “quando você sente que ‘não aguenta mais’ e para o exercício antes de completar toda a série proposta, acaba interrompendo o progresso de melhora da resistência e força muscular. Ele ocorre justamente quando você insiste em continuar o movimento mesmo com a dor muscular, que geralmente aparece já nas últimas repetições. Portanto, se você sentir logo no início da série, a carga está além do ideal”, explica Mariana Cabral, personal trainer especialista em Fisiologia da Mulher.

Foto: SolisImages/istock
Ficar no celular pode te fazer esquecer completamente que você tem um treino para terminar. Foto: SolisImages/istock

Pegar o celular

Se ele já é capaz de te atrapalhar para fazer um café, imagine um exercício! “Ficar no telefone, seja para conversar ou teclar, acaba distraindo e fazendo com que você perca a noção do intervalo ideal que deve ser feito entre uma série e outra. Ele é superimportante para manter a intensidade correta do treino, pois o tempo de descanso entre as séries é uma das variáveis que pode ser alterada a fim de alcançar os objetivos propostos”, esclarece.

Ficar muito tempo parada entre um aparelho e outro

Assim como o tempinho entre as séries é importante, o intervalo entre um exercício e outro também deve ser controlado, “para que não ocorra a diminuição de intensidade do treino. Lógico que você pode aproveitar esse momento para beber uma água ou até dizer um ‘oi’ para algum conhecido. Mas fique atenta, geralmente ele não passa de 2 minutos (o tempo certo varia de acordo com a aptidão física e objetivos)”, afirma Mariana.

Foto: Aleksandr-Markin/istock
Beber muita água te deixa mais pesada, indisposta e atrapalha a execução dos exercícios. Foto: Aleksandr-Markin/istock

Exagerar na água

Hidratar-se é importantíssimo, principalmente se você está fazendo exercícios ao ar livre num dia quente e ensolarado. Mas mesmo para a água existe um limite ideal a ser consumido para que não ocorram desconfortos. De acordo com a especialista, “principalmente quando o exercício tem impacto (correr, caminhar, aula de jump, etc.), a água deve ser consumida com moderação, para, além de evitar que você sinta o líquido ‘pulando’ no estômago, também não fique com vontade de ir ao banheiro no meio do treino, ou pior, acabe fazendo xixi sem perceber (acredite, é possível!). Uma dica especial para quem gosta de correr ou está pensando em iniciar: cuidado na hora de beber a água enquanto corre, é muito comum engolir ar junto e ter que parar o exercício sentindo dores causadas pelos gases ingeridos com o líquido”.

Ir para o local do treino e desistir por qualquer motivo bobo

Estar com fome, ter esquecido alguma peça de roupa para o treino, preguiça, o happy hour da turma. Todas podem ser usadas como desculpas para desistir do treino, mesmo já estando no local, mas tenha em mente o seguinte: “depois que você já está lá não pode desistir, pois a parte mais difícil já foi feita, que é chegar! Na maioria dos casos, depois que você começa a treino essa ‘quase desistência’ some. Pense nas suas metas, o quanto você já conquistou e o que ainda falta conquistar e ponha na balança se realmente vale a pena desistir”, recomenda a personal trainer.

Enquetes

enquete

Que delícia junina te faz esquecer a dieta?

Carregando ... Carregando ...