Óleo de cártamo ajuda no emagrecimento. Saiba como incluir na dieta diária
Dieta e Fitness

Óleo de cártamo ajuda no emagrecimento. Saiba como incluir na dieta diária

Um corpo bonito e em forma é um dos grandes sonhos das mulheres e o mercado sempre traz inovações que podem ajudar a concretizá-lo. Uma dessas novidades é o óleo de cártamo, que promete auxiliar não só no emagrecimento, mas também na redução de colesterol e no combate aos radicais livres. 

+ Emagreça e tonifique os músculos com 15 minutos de exercícios diários

“Entre as gorduras encontradas nesse óleo está o ômega 9, que está relacionado a redução dos níveis de triglicérides e colesterol LDL. Ele ajuda também no aumento da sensação de saciedade, é importante para auxiliar na regulagem hormonal e da vitamina E, além de atuar como antioxidante que combate os radicais livres”, explica a nutricionista Cintya Bassi, do Hospital e Maternidade São Cristóvão. 

Estudos relacionam também a ingestão do óleo com maior estímulo das enzimas lipólise e lipogênica, responsáveis pela quebra e estoque de gordura, respectivamente. “Essa ação obriga o organismo a queimar suas reservas energéticas e, por isso, sua utilização está associada ao processo de emagrecimento”, completa. 

“Alguns especialistas apontam aumento da massa magra com o consumo do óleo, isso porque o ácido linoleico aumenta a atividade de uma enzima presente no músculo esquelético, que reforça o fornecimento de energia para o trabalho e desenvolvimento muscular. Além disso, com a redução no acúmulo de gordura corporal, é possível diminuir os riscos de doença cardiovascular e de diabetes tipo 2, doenças relacionadas a obesidade”, indica Cintya. 

Adicione na sua dieta

O óleo de cártamo pode ser consumido em forma de cápsulas ou líquida, como um azeite. “Por se tratar de um óleo, como o azeite, girassol entre outros, qualquer pessoa pode utilizar, desde que em quantidades moderadas. É importante que não haja aquecimento, para que sua estrutura não seja alterada e parte de suas propriedades sejam perdidas”, lembra a nutricionista. Ele pode ser acrescentado, por exemplo, em saladas ou alimentos frios. 

No caso das cápsulas, a dica é ingerir antes das principais refeições do dia, como almoço ou jantar. “É necessário que a quantidade e o tempo de uso sejam calculados individualmente por médico ou nutricionista, levando em conta os hábitos de cada um. Ele deve estar aliado a uma dieta balanceada e exercício físico, pois possui alto valor energético e caso seja associado a um estilo de vida sedentário pode causar o efeito inverso”, finaliza. 

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual assunto você mais gosta de ver na newsletter do DaquiDali?

Carregando ... Carregando ...