Para mudar a aparência não é preciso encarar uma cirurgia plástica FOTO: thinkstock
Beleza Vida Prática

Descubra tratamentos estéticos que podem ser alternativa à cirurgia plástica

Quando se pensa na aparência, a cirurgia plástica surge como a salvação na maioria das vezesseja para atenuar efeitos do envelhecimento, seja para corrigir pequenos incômodos. Em 2014, por exemplo, foram mais de dois milhões de operações realizadas no Brasil (10,2% do total mundial), atrás apenas dos Estados Unidos, com números chegando aos quatro milhões (20,1%). Em alguns casos, no entanto, as opções estéticas não invasivas podem ser uma solução eficiente, com custos bem mais acessíveis.

+ Cinco dicas para dominar as sobreposições neste inverno

+ Ensino inovador: cães na sala de aula ajudam no processo de aprendizagem das crianças

+ Controle em dia: saiba o que é mito e verdade sobre o colesterol

Segundo a dermatologista Lígia Colucci, procedimentos minimamente invasivos, como a aplicação de toxina botulínica A e o preenchimento facial com ácido hialurônico, são vantajosos mantêm a naturalidade da expressão, assim como os resultados praticamente imediatos e rápido retorno à rotina. Ainda, não há pontos negativos quando bem conversados com o médico ou profissional especializado, e com o uso correto das técnicas. Ela explica que não existe um que seja exclusivamente melhor, mas sim, uma associação entre eles. Por isso mesmo que a avaliação em consulta é extremamente importante, a fim que se defina a solução mais adequada em cada situação

Lifting facial X preenchimento com ácido hialurônico

O lifting facial é a cirurgia plástica feita para rejuvenescer, eliminar rugas e flacidez, além de remover excesso de pele. A técnica ameniza consideravelmente os vincos e aprimora os contornos faciais. Como o envelhecimento acontece, principalmente, pela perda de volume da massa do rosto e de alterações da estrutura, o preenchimento pode trazer efeitos interessantes com a reposição volumétrica e o uso de ácidos hialurônicos mais novos, que têm a propriedade de dar sustentação. O lifting é recomendado a partir dos 40 anos para quem nunca se submeteu a nenhum tratamento e tem muita flacidez, enquanto o preenchimento pode ser realizado em pacientes mais jovens.

Blefaroplastia X luz intensa pulsada 

A primeira melhora o semblante das pálpebras superiores, inferiores ou ambas, proporcionando um ar mais relaxado e de descanso ao redor dos olhos. A luz intensa pulsada já atenua a flacidez de pele e, ainda, consegue trabalhar nas manchas mais escurecidas: o equipamento emite feixes de luz compatíveis com a melanina (substância responsável pela pigmentação da pele) e com a hemoglobina, que deixa a tez com coloração arroxeada e promove um clareamento da região. De acordo com a Dra. Lígia, a blefaroplastia também pode ser postergada pela aplicação da toxina botulínica.

 Descolamento subdérmico X manthus

O descolamento é eficaz para acabar com celulite de grau 3 e 4, mas é doloroso. O manthus, contudo, é uma espécie de ultrassom muito potente, indicado para todos os níveis do problema. Após a aplicação de um gel condutor, o profissional responsável desliza o equipamento, estimulando a quebra das células adiposas. A drenagem linfática, por fim, elimina a gordura que sobra dessas células.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...