Jupiterimages/Goodshot
Beleza Beleza Saúde Vida Prática

Curiosidade! Cinco situações que podem aumentar ou diminuir os seus seios

Você já teve a sensação de que seus seios estavam maiores ou menores do que o normal? Pois saiba que não é apenas uma impressão: uma série de hábitos e situações são responsáveis por alterações significativas nas mamas – do prazer durante o sexo à mudança de peso. Descubra o que muda a aparência delas.

+ DESCUBRA AS TENDÊNCIAS DE SAPATO QUE VOCÊ VAI USAR MUITO DA PRIMAVERA AO FIM DO VERÃO

+ DESCUBRA OS CORTES QUE ESTÃO EM ALTA PARA CADA TEXTURA DE CABELO E ARRASE NA TEMPORADA

+ BUMBUM PERFEITO: MARCIO LUI REVELA 10 EXERCÍCIOS QUE SUAS CLIENTES FAMOSAS NÃO DISPENSAM

Gestação

É muito comum notar o aumento das mamas bem no início da gestação, e algumas mulheres chegam a percebê-lo antes mesmo de se dar conta de que estão grávidas. “Ocorrem muitas alterações hormonais e as mamas precisam se desenvolver para desempenhar sua função primordial, que é a lactação. Desta forma, ocorre o aumento das glândulas mamárias, inicia-se a produção do leite e ocorre um aumento significativo do volume. Estas mudanças ocorrem desde os primórdios da gestação, já que as mamas são um dos primeiros órgãos a responder às alterações da gravidez. Inicialmente, a mulher percebe um aumento súbito do seu volume, e em alguns casos as mamas ficam doloridas. Com o progredir da gestação, elas continuam ganhando volume, mas é após o parto que ocorre a descida do leite e este volume multiplica muito de tamanho”, explica a médica Suzy Vieira, mestre em cirurgia plástica pela Universidade de São Paulo (USP).

Sexo

Seios ficam mais firmes durante o sexo. Foto: Thinkstock

Se você acha que os seios ficam maiores e mais enrijecidos durante o sexo, saiba que isso é mesmo verdade – algo que acontece pela própria irrigação sanguínea na região. “As mamas são órgãos sexuais e por este motivo sofrem alterações durante a atividade sexual. Além da função de ereção dos mamilos e a resposta ao seu estímulo, elas se tornam túrgidas, mais firmes e apresentam grande sensibilidade durante o ato sexual”, esclarece. No entanto, essas mudanças são apenas temporárias, e vão voltar quando você tiver o próximo encontro sexual.

Mudanças de peso

Aumento e redução de peso influenciam no tamanho das mamas. Foto: Thinkstock

O aumento ou a redução nos ponteiros da balança também podem influenciar no volume das suas mamas – o que nem sempre é bem-vindo. “Parte das mamas é formada por glândula e parte por gordura. Nas pessoas mais jovens, a mama é predominantemente glandular, já na idade mais madura a mama é predominantemente gordurosa. Desta forma, se há ganho de peso, as mamas aumentam de tamanho e, se em grande proporção, ocorre também a distensão da pele. Quando este ganho de peso é muito grande ou o aumento da mama ocorre num prazo muito curto, como na adolescência, podem inclusive surgir estrias pelo ‘esgarçamento’ da pele”, conta.

Ciclo menstrual

O ciclo menstrual afeta o seu corpo como um todo, e com os seios não é diferente. De acordo com a ginecologista e obstetra Célia Beatriz David, na fase lútea, que é a segunda fase do seu ciclo, os seus seios aumentam por conta da progesterona. Já no seguinte, no entanto, eles tendem a diminuir.

Menopausa

A menopausa é outro momento marcante da vida das mulheres, e também traz alterações significativas nos seios, como aponta Suzy: “A menopausa normalmente ocorre após os 50 anos e, nesta fase, boa parte do tecido das mamas deixa de ser constituído por glândula e passa a ser substituído por gordura. A gordura é um tecido mais flácido que não oferece uma estrutura de suporte nem responde a estímulos hormonais. Além disso, a diminuição ou mesmo a ausência de estímulo hormonal alteram a constituição da pele, a elasticidade dos tecidos e até a sua hidratação, resultando em uma mama com diminuição significativa do seu volume e em alterações na sua aparência”.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...