Especialistas indicam os principais cuidados com a gestação no verão
Conversa de Mãe

Gestantes precisam de cuidados especiais com a pressão e alimentação no verão

O verão é uma das épocas mais apreciadas no ano, pelas suas temperaturas mais altas e belos dias de sol. No entanto, são esses mesmos fatores que fazem com que a estação seja também preocupante para quem está esperando um bebê. “A temperatura no corpo da grávida é aumentada em cerca de 2 graus pela ação da progesterona produzida neste período. Portanto, as grávidas tendem a sofrer mais com o calor nesta época do ano”, explica a Dra. Rosa Maria Neme, doutora em Ginecologia pela Faculdade de Medicina da USP.

+ Exercícios na gravidez ajudam a ter um parto natural mais tranquilo

Para você e seu bebê passarem por essa época sem transtornos, e com a diversão na praia e na piscina garantidas, o DaquiDali conversou com especialistas, que contam quais são as roupas mais adequadas e dão dicas de saúde e alimentação.

Cuide da sua pressão

De acordo com o ginecologista Domingos Mantelli, a maior preocupação é com a dilatação dos vasos sanguíneos, que aumentam o inchaço das pernas, e as quedas de pressão, que são mais frequentes nesse período. “Com a queda de pressão sanguínea da mãe, o bebê pode passar a receber menos oxigênio e, caso a mulher demore a se recuperar, pode ter uma cesariana de emergência”, completa.

Para combater a pressão baixa, a dica do especialista é levar sempre um sache de sal e um de açúcar na bolsa, assim, se tiver uma queda brusca ou hipoglicemia, é possível controlar. Já para as pernas, a solução é também bem simples: “dormir com as pernas em uma inclinação de 45°”.

Faça exercícios com segurança

Em qualquer época da vida é mais do que necessário manter uma rotina de exercícios e isso não é diferente na gravidez. “Exercícios como caminhadas, natação e hidroginástica são recomendados, além da prática de ioga e pilates para fortalecimento muscular. Os exercícios são recomendados durante toda a gestação”, diz a doutora Rosa Maria.

A futura mamãe precisa, no entanto, de orientação de seu médico, além de tomar algumas precauções especiais. “No verão, os cuidados com a hidratação devem ser reforçados, pois a gestante tem uma tendência muito maior a desidratar. Assim, diante da realização de atividades aeróbias, recomenda-se o aumento da ingestão de água, água de coco e isotônicos”, fala.


Cristgr/ stock.xchng

Alie a moda ao conforto

Ficar linda é gostoso, mas ficar confortável é ainda mais importante quando se está esperando um bebê. Então, prefira roupas em tecidos naturais, que te façam se sentir bem ao toque. “Recomendamos o uso de roupas leves e mais largas para que a gestante se sinta mais confortável neste período”, afirma a médica ginecologista.

Então, aproveite que no verão as modelagens amplas e fresquinhas como camisas de algodão, calças pantalonas e saias longas estão em alta para ficar moderna sem prejudicar o bem estar.

Faça da alimentação a sua melhor amiga

Beber água durante o verão é indispensável, mas toda a alimentação pode contribuir para evitar os desconfortos que podem acompanhar a estação mais quente do ano. “Os alimentos ingeridos devem ser leves e mais frescos. Abuse na ingestão de saladas e proteínas nesta fase do ano, além de frutas em geral”, recomenda a doutora Rosa Maria Neme.

Para a nutricionista e colunista do DaquiDali, Roseli Ninomiya, uma das principais dicas é ficar atenta à qualidade das bebidas escolhidas para hidratar e refrescar. “Deve-se tomar cuidado com as bebidas muito doces, como sucos de caixinha e refrigerantes, porque você acaba ingerindo muito açúcar sem perceber e pode engordar, ou mesmo desenvolver uma diabete gestacional”, adverte.

Ainda no quesito hidratação, a profissional diz que o hábito ajuda a reduzir o inchaço, mas não se deve exagerar nas quantidades. “Um litro e meio da ingestão de líquidos deve ser pela água e pelos sucos. Tem muito profissional que fala para beber três litros, mas você já ingere água pelos alimentos que consome e com essa quantia vai ficar inchada”, alerta.

A partir do segundo trimestre, quando os enjoos e desconfortos diminuem, pode ser difícil comer sem cometer excessos, mas o controle é fundamental. “Para ter a medida certa o ideal é fazer apenas um prato, sendo que metade deverá conter apenas verduras e o restante ser dividido entre os demais itens”, ensina.

Na praia ou piscina, aproveite o melhor da estação

Quem nunca teve vontade de comer aquele queijinho ou aquela porção apetitosa de camarão frito na beira do mar? Por mais que pareça tentador, é melhor evitar essas guloseimas. “A imunidade de uma grávida é menor, e um alimento já em deterioração, que não faria mal para o marido, pode dar uma infecção alimentar muito grande. Além disso, na praia você tende a ter a pressão mais baixa e tudo que é mais pesado vai piorar muito e dar mal estar”, conta Roseli.

Leve com você uma garrafa de água, e prefira sempre os alimentos que você mesma preparar. “Não tome água de torneira, porque nessa época é comum ter problemas com algas. Leve frutas, que deixam a pele mais forte e possuem antioxidantes, e um sanduíche, em lancheira térmica com gelo para conservar corretamente, com queijo branco, alface, peito de peru e até mesmo uma cenoura ralada”, aconselha.

Para você se refrescar sem riscos, Roseli indica duas receitas de sucos:

Suco verde diurético contra o enjoo

Ingredientes:

1 folha de couve
¼ de limão espremido
1 maçã pequena ou 1 fatia de abacaxi
1 ou 2 rodelas de gengibre fresco
200 ml de água gelada

Modo de preparo: bata no liquidificador e consuma imediatamente.

Suco rico em vitamina C

Ingredientes:

Suco de 1 maçã pequena com casca
Suco de 2 laranjas limas
100 ml de água ou 4 cubos de gelo

Modo de preparo: misture tudo e já está pronto para beber!

Tags

Advertisement

Enquetes

enquete

Que problema da pele do rosto mais te incomoda?

Carregando ... Carregando ...