Foto: Digital-Vision./iStock
Comportamento

Conheça algumas formas de deixar o orgulho de lado para ter melhores relações

O orgulho é um sentimento de resistência que, quando não controlado ou bem administrado, pode atrapalhar muito em todas as áreas da vida, fazendo com que você perca amizades e amores. “Ele é uma forte representação do ego, em que o eu tem que se sobressair. Ao tornar-se uma necessidade, pode gerar diversas situações desagradáveis, para você e para os outros”, diz o psicólogo, coach e programador em neurolinguística Andre Melo. Para que você passe longe desses “climões” e tenha relações mais leves e saudáveis, ele dá algumas dicas. Confira!

+ VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE ORGULHO E AMOR PRÓPRIO? PSICÓLOGA EXPLICA O LADO BOM E RUIM DE CADA UM

+ QUER CAUSAR UMA BOA IMPRESSÃO? FUJA JÁ DESSAS CINCO ATITUDES

+ PARE DE LEVAR TUDO PARA O LADO PESSOAL! ENTENDA COMO ISSO ATRAPALHA A SUA VIDA

Nada de se armar para guerra! Uma vez que você tenta entender o ponto de vista do outro, pode evitar um enorme estresse para si mesma. Foto: Anetlanda/iStock

Tente ser empática

Segundo o psicólogo, como o orgulho é um olhar apenas para si (e geralmente quem o tem nega ou não percebe e se acha até humilde), “tentar se colocar no lugar do outro para compreender também seu ponto de vista pode ajudar a entender melhor a situação e evitar o estresse para ambas as partes. Claro que é uma questão de prática e, mesmo que leve um tempo, a boa notícia é que é perfeitamente possível desenvolvê-la”. O DaquiDali te dá as dicas para esse trabalho, aqui.

Ponha a mão na consciência

Uma das recomendações do coach é pensar (e até mesmo listar) em três a cinco situações em que você deixou o orgulho falar mais alto. “Qual foi o resultado? O que ganhou? O que perdeu? O que poderia ter sido diferente se não deixasse o orgulho dominar? Essas respostas podem ser decisivas para ajudar nessa mudança se, claro, forem realmente dadas com bom senso“.

Olhar para as vezes em que o orgulho só atrapalhou ajuda a entender que ele não é uma força sua, mas uma fraqueza. Foto: SIphotography/iStock

Entenda que isso não é (mesmo) uma força

Como já foi dito lá em cima, a pessoa orgulhosa é resistente, costuma ser inflexível, não dá o braço a torcer e acha que isso é um sinônimo de força. “Mas a verdade é que é um grande ponto de fraqueza, pois, como é um comportamento previsível, o outro pode ‘armar’ e usá-lo contra ela mesma, que ‘cega’ pela vaidade, nem percebe. Além disso, ele te prejudica em tantos pontos que não tem como te fazer forte”, esclarece o profissional.

Procure ajuda profissional

Se você não consegue passar por cima disso sozinha, “não tenha vergonha (ou orgulho) de pedir ajuda, nesse caso, profissional. O especialista tem todas as ferramentas para ir trabalhando isso com você, de modo que fique em paz consigo mesma e, consequentemente, com os outros ao seu redor”.

 

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...