Szepy/iStock
Carreira & Finanças

Quer empreender em 2018? Consultor do Sebrae revela tendências e o que é preciso

O país dá os primeiros sinais de melhora da crise, e com isso, já tem muita gente que pensa em empreender. A decisão pode ser muito acertada se você tiver consciência de alguns deveres que virão pela frente e, claro, do que é tendência para tentar acertar no novo negócio. Conheça, abaixo, alguns aspectos dessa demanda que você não pode deixar de saber para entrar com o pé direito nessa nova jornada.

+ DECIDIU EMPREENDER NA CRISE? SAIBA COMO TER SUCESSO NA ÁREA

+ PENSANDO EM ABRIR UM NEGÓCIO? VEJA AS CINCO MAIORES DÚVIDAS NA HORA DE EMPREENDER

+ FRANQUIA PODE SER OPÇÃO ESTÁVEL PARA EMPREENDER. SAIBA COMO COMEÇAR A SUA

Analisar sua competência no que tange a gestão e planejamento

Não basta só focar no que está em ascensão e querer empreender, é preciso entender um pouco da parte de gestão e planejamento. “Mesmo que você esteja pensando em abrir uma franquia, que já um modelo com muitas instruções prontas, é importante ter noção do negócio dentro da dinâmica do dia a dia. Para adquirir esse conhecimento, uma boa capacitação técnica com cursos específicos já te ajuda muito”, diz Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae – SP.

Fechar parcerias é um jeito muito eficiente de inovar. veerasakpiyawatan/iStock

Você vai precisar inovar e divulgar sempre

Se quer se destacar e ter sucesso no seu negócio, uma vez que ele já esteja em pleno funcionamento, para se manter vivo, inovação e divulgação precisam ser duas constantes. “Quando se fala em inovar, o ideal é mudar a forma de atendimento, entrega, fazer parcerias, usar a economia criativa para se diferenciar em relação à concorrência. Até na divulgação é possível, por meio das redes sociais, plataformas de e-commerce, enfim, aumentar a capilaridade e visibilidade da sua marca em produtos ou serviços”.

Ter consciência de que vai trabalhar muito

O tópico acima é uma das provas disso. Há quem ainda pense que “ser patrão” é apenas dar ordens, mas, como diz o ditado, “é o olho do dono que engorda o boi”, “então você vai precisar estar a par de tudo que acontece, até porque quem depende diretamente da empresa é você. E tudo pede ainda mais atenção nesse período em que se está saindo da crise: o respiro da economia faz com que empreender seja um verdadeiro desafio, pois agora que o dinheiro começou a circular mais e é preciso acompanhar muito bem essa movimentação”, alerta o consultor.

 

O setor alimentício é um dos que sempre estão em alta para investir. PIKSEL/iStock

Tendências

O profissional revela que “a tendência vem no setor de alimentação, sobretudo nas franquias, principalmente voltado para questões orgânicas e naturais. No setor de beleza o destaque vai para as áreas estéticas, e ainda tem pet shops e empresas e serviços em geral voltados a reparos, como manutenção de hidráulicos, elétricos, etc.”.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...