Foto: SIphotography/istock
Carreira & Finanças

Quais os melhores investimentos para esse ano? Consultora financeira revela

Quem trabalha entende bem o esforço que faz para conseguir seu dinheiro, e em tempos de crise declarada, saber o que fazer para ele render é uma ótima pedida. Conheça três investimentos que, de fato, podem trazer tranquilidade para a sua vida financeira.

+ Autor milionário revela “fórmula mágica” para ter dinheiro para sempre. Vale tentar!
+ Pensando em abrir um negócio em casa? Conheça os prós e contras
+ Você tem espírito empreendedor? Conheça dez características e descubra

Previdência privada

O País ficou em polvorosa com o anúncio da reforma da Previdência Pública, previsto para esse ano. De acordo com Carolina Rhuman Sandler, consultora financeira do site Finanças Femininas, “o que já era ruim para população vai ficar pior ainda. Essa reforma da previdência precisa acontecer porque o Estado não tem condições de continuar pagando a aposentadoria como antes, sendo assim, o recomendável é que a gente assuma a responsabilidade de cuidar no nosso futuro. Mas não se desespere! Pesquise e converse com uma seguradora que ofereça esses planos de previdência privada, e escolha o que melhor se adéqua à sua vida”.

Tesouro direto

Quem vê de fora, pode até achar ele meio complicadinho, mas a partir do momento em que você se interessa em buscar mais informações com as fontes corretas, começa a entender melhor e pode até sentir afinidade com ele. “É uma ferramenta de investimento fantástica que está à disposição da população, e quando aprendido, é bem fácil de ser usado. O Tesouro Direto é um investimento super seguro, de títulos da dívida do governo brasileiro, que trazem um retorno muito bom”, afirma Carolina.

Foto: nensuria/istock
Pesquisar é fundamental. Visite os sites oficiais dos bancos, corretoras e faça buscas para pegar algumas primeiras informações sobre investimentos. Foto: nensuria/istock

Ela ainda exemplifica: “o IPCA+ (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), é um tipo de tesouro que apresenta o índice oficial de inflação do País. Você investe com a garantia de ter um retorno acima da inflação, ou seja, seu dinheiro vai ter uma rentabilidade real durante o período do título”.

Para investir no tesouro direto basta abrir uma conta em uma corretora. E para escolher qual a melhor, basta acessar o ranking do tesouro direto, “para ver quais corretoras não cobram taxas de administração, já que essa cobrança não é obrigatória”, alerta Sandler.

Títulos de Renda Fixa

Entre os vários títulos existentes, os mais comuns são o CDB (Certificado de Depósito Bancário) e LCI (Letra de Crédito Imobiliário). “Mesmo com a queda da taxa de juros, comparados ao resto do mundo, a gente ainda vive um patamar super alto de juros. Investir em títulos como esse garante um rendimento muito bom, agora é importante ressaltar que os CDBs cobram o imposto de renda e as LCIs não, entretanto, no fim das contas, os rendimentos são parecidos”, revela a especialista.

Foto: Wavebreakmedia-Ltd/istock
Não feche negócio sem entender todos os detalhes da negociação, o que pode ser feito em uma conversa franca e clara com o gerente do banco escolhido. Foto: Wavebreakmedia-Ltd/istock

O CDB é um empréstimo feito ao banco, cuja remuneração vem dos juros dessa operação. “É o oposto de entrar no cheque especial, pois você não pega dinheiro com ele, mas sim, empresta. Na LCI, o empréstimo também acontece, mas o banco vai usá-lo para financiar projetos de desenvolvimento imobiliário”, explica a profissional.

Escolha o banco ideal por aquele que vai ter o melhor nível de rendimento. Converse com o gerente e compre o título. “Se você não tem conta no banco com o qual quer negociar, não é preciso abrir uma se o processo for feito através de uma corretora, que dá acesso a vários bancos. Ambos os títulos tem garantia de ate 250 mil reais do FGC (Fundo Garantidor de Créditos), mesmo órgão que dá a garantia da caderneta de poupança”, esclarece Carolina, que destaca: “não há diferença ente bancos públicos e privados quanto ao lucro, apenas compare as taxas”.

Infelizmente, a caderneta de poupança está hoje entre os piores investimentos. Foto: STUDIO-GRAND-OUEST/istock
Infelizmente, a caderneta de poupança está hoje entre os piores investimentos. Foto: STUDIO-GRAND-OUEST/istock

Mas e a poupança?

Ela é o investimento mais tradicional do Brasil, o problema é que o rendimento é muito baixo quando comparado a outros investimentos com mesmo nível de risco. “Ela sempre rende abaixo da inflação, ou seja, quem coloca dinheiro na poupança, no final das contas sai perdendo. E se você tem dinheiro aplicado nela hoje, a recomendação é sacar e fazer um desses três tipos de investimentos sugeridos acima”, orienta a consultora financeira.

Enquetes

enquete

Que delícia junina te faz esquecer a dieta?

Carregando ... Carregando ...