Cinco pequenas adaptações na cozinha que te ajudam a emagrecer

Cuidados como manter as bancadas arrumadas e preferir copos altos e finos fazem diferença na balança

13 de junho de 2016 - por DaquiDali
Foto: Thinkstock

Emagrecer não costuma ser uma tarefa fácil, especialmente quando você tem dificuldade em dizer não às tentações.  E o que muita gente não sabe é que a cozinha pode exercer um papel muito importante na sua força de vontade e na busca pelo peso ideal: descubra cinco adaptações que fazem diferença na balança, comprovadas por estudos de Brian Wansink, diretor da Cornell University Food and Brand Lab.

+ Arraial sem culpa! Aprenda receitas fit dos seus quitutes favoritos

+ Quentinha e fashion: os casacos ideais para cada estilo de guarda-roupa

+ O que a cor do seu batom favorito revela sobre a sua personalidade? Descubra

Arrume as bancadas

De acordo com um dos estudos que o especialista é coautor, uma bancada desorganizada faz com que as pessoas comam mais. A análise mostrou que mulheres que tem o espaço bagunçado (seja por conta de lixo, excesso de utensílios e até louças sujas) consomem até duas vezes mais guloseimas gordurosas – como cookies e salgadinhos – do que as organizadas. Isso acontece principalmente pelo estresse.

Mantenha os aparelhos guardados

Você costuma deixar batedeira, liquidificador e outros utensílios visíveis? Mesmo que eles sejam lindos, o melhor é guardar tudo o que não for usado especificamente para fazer pratos saudáveis: em outro estudo, seu time de especialistas descobriu que quem tem itens como sanduicheiras à vista tem cerca de dois quilos a mais do que os vizinhos que deixam os aparelhos cobertos.

Tenha uma fruteira

Se por um lado mostrar os utensílios utilizados para fazer aquela guloseima que você adora não é recomendado, por outro ter uma linda fruteira só tem benefícios. Em uma das pesquisas conduzidas por Wansink, ficou claro que deixar as frutas em locais bonitos e convenientes reduz cerca de nove quilos na balança e ainda aumenta em 104% a quantidade que as crianças ingerem destes alimentos.

Coma em pratos menores

Quanto maior o prato, mais se come, ao menos é o que diz outro estudo. Ao usar o tamanho regular de jantar as pessoas consomem 22% mais do que se optassem pela versão para salada, que tem um diâmetro menor. O ideal é que o objeto tenha aproximadamente 22 centímetros, para que o seu cérebro entenda que não é necessário repetir.

Prefira copos finos

A mesma lógica dos pratos se aplica aos copos: os pesquisadores descobriram que as pessoas tendem a achar que os finos e altos comportam mais bebida do que os grossos e baixos, mesmo quando o volume é exatamente igual. O resultado? Os participantes beberam 30% mais quando estavam com o segundo modelo. Portanto, ao saborear aquele suco de frutas ou refrigerante, fique de olho.

Aposente as travessas de servir

Aqueles seus lindos pratos e travessas para dispor a comida na mesa podem prejudicar a silhueta: segundo o diretor, quem se serve delas tende a comer 20% mais de qualquer alimento do que pessoas que optam por fazer o prato no fogão ou na bancada da cozinha. Prefira deixar esses itens para jantares especiais, e mantê-los bem guardados no dia a dia.

Tags: , , ,