Home > Mulher > Conversa de Mãe

Dieta fracionada e saudável ajuda a manter a produção de leite. Saiba mais

Alimentos industrializados, frituras e refrigerantes devem ficar fora do cardápio

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2013 - por Naiara Taborda
Dieta fracionada e saudável ajuda a manter a produção de leite. Saiba mais
Svetlana Fedoseeva/Stock Photo

Depois da alegria do nascimento do bebê, chega a hora de amamentar. A prática, além de ajudar na saúde e bom desenvolvimento da criança, também melhora os laços afetivos entre ela e a mãe. Para que o leite seja rico em nutrientes e não deixe de ser produzido, cuidar da alimentação é essencial nessa fase.

Tenha seios bonitos e firmes antes, durante e após a amamentação

“A alimentação ajuda sim na produção de leite. A forma correta de se aumentar é manter os hábitos da gestação, como alimentação fracionada, saudável e com grande ingestão de líquidos. Quando a mãe diminui a ingestão de alimentos ela também produz menos leite”, explica a nutricionista Elisa Fujiwara, do Hospital e Maternidade São Luiz. Para o leite não faltar, você precisa aliar as refeições de três em três horas com um cardápio balanceado.

“Deve haver muita ingestão de legumes, frutas, cereais e grãos integrais e sucos de frutas sem adição de açúcar”, indica. De acordo com a médica, dividir a alimentação em perquenas porções constantes ajuda com que você e o bebê fiquem no mesmo tempo, já que ele costuma ter fome a cada duas ou três horas. “O ideal é que antes de amamentar a mãe tenha se alimentado”, completa.

Apesar da vontade de voltar ao antigo corpo, as gorduras também não devem ficar fora da sua dieta. “ A ingestão de gorduras é necessária, mas deve ser de gordura boa: do abacate, azeite, nozes e nunca de frituras”, conta. “Você tem bastante queima de calorias nessa produção de leite, então não precisa se preocupar com emagrecimento nesse período, isso acontecerá naturalmente”.  Ao amamentar é natural que você sinta muita sede, portanto, aumentar a ingestão de líquidos é essencial.

Para um lanchinho rápido, já que é comum não ter muito tempo disponível nos primeiros meses de vida do bebê, a dica da nutricionista é investir em um bom iogurte sem sabor com adição de suas frutas favoritas. “Evite os iogurtes com cor e produtos industrializados, porque se a criança tiver algum tipo de alergia ficará mais difícil identificar do que é”, aconselha.

Tire do prato

Apesar da gestação ter acabado, se privar de alguns itens por mais tempo é necessário, já que eles são passados à criança através do leite. “É preciso evitar os embutidos, industrializados, o café e as bebidas à base de cola, que são muito estimulantes. Também é importante não beber álcool e substituir a farinha branca pela integral”, finaliza. 

A Introspection desenvolve software de qualidade utilizando metodologia ágil