Sabor e saúde: saiba escolher seu chocolate e consuma sem excessos

Doce tradicional da Páscoa pode fazer bem para a saúde

13 de abril de 2017 - por Roseli Ninomiya
Foto: Thinkstock

Saber escolher um bom chocolate pode fazer diferença na sua saúde. Afinal é um alimento energético, nutritivo e de sabor único:

Escolha o chocolate com maior teor de cacau, pois tem maior concentração de compostos flavonoides, substância antioxidante que auxilia na prevenção das doenças cardíacas;

Verifique se não tem muita concentração de gordura e açúcar. Muitos fabricantes adicionam mais açúcar para deixar menos amargo, e mais gordura para deixar o preço mais acessível;

Estudos mostraram que incluir 30 g (2 quadradinhos) diariamente pode ajudar na prevenção e controle da pressão alta;

Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Os flavonoides atuam no combate da formação dos radicais livres que danificam células e causam seu envelhecimento precoce;

Previne o acúmulo de gordura “ruim” (LDL), pois aumenta a circulação de gordura boa (HDL);

Melhora a circulação sanguínea, pois os flavonoides estimulam a vasodilatação;

Ativa o cérebro, melhora a memória e o humor.

Todos estes benefícios já publicados em estudos, só são possíveis pela qualidade do chocolate. E seu consumo precisa estar aliado a uma boa nutrição, qualidade de vida e rotina de atividade física. O chocolate “sozinho” não faz milagres e seu consumo excessivo (mais que 30g/dia) pode trazer calorias, gordura e açúcar extra desnecessários.