Fotos: Thinkstock
Ana Canosa Colunistas

Que tal melhorar sua vida sexual no novo ano?

Embora a passagem de ano seja apenas a mudança do dia 31 de dezembro para o dia 1 de janeiro, a data é marcada por forte simbolismo. Desejos e promessas para o Ano Novo nos fazem seguir rituais, comemorar, nos impulsionam a pular ondas, comer pratos de lentilha… Há promessas e resoluções que são nossas velhas conhecidas: parar de fumar, parar de beber, comer menos ou mais, emagrecer, engordar, cuidar da saúde, mudar de emprego, ganhar mais dinheiro, comprar isso ou aquilo. Em se tratando de sexo e relacionamento amoroso, há também promessas interessantes. Veja quais:

– Abandonar uma obsessão: se você é prisioneira de uma relação, é hora da mudança. Sabe essa pessoa que lhe atrai, lhe distrai, lhe faz remoer de ciúmes, usa e abusa, acaba com sua autoestima e com seu sossego? É possível deixá-la ir embora se este for o seu verdadeiro desejo, ainda mais se vocês nem comprometidos estão (na verdade você é a única que se compromete!). Deixe de lado antigos hábitos: verificar os e-mails, as conversas em redes sociais, ouvir mensagens de celular, conviver com os amigos dele… Mantenha-se longe!  Comece o ano livre, de verdade!

– Fazer mais sexo: o hábito faz o monge. Quanto menos atividade sexual, menos vontade. Para quem está comprometida e tem grande incompatibilidade de agenda com a pessoa amada, vale até marcar o dia da semana para namorar. É uma questão de metas a cumprir!  Parece meio mecânico, mas no final todo mundo agradece!

– Resolver alguma questão sexual: baixo desejo, dificuldade de excitação, problemas para obtenção de orgasmo. Para quase todas as disfunções sexuais é possível obter grande melhora, seja através do uso de medicação, ou prática de exercícios específicos de terapia sexual. Se você andou desanimada em 2016, é hora de dar uma virada! Procure ajuda profissional.

Deveríamos desejar mais sexo de qualidade, ter mais tempo para uma boa transa, inovar, explorar novos hemisférios, realizar fantasias. Vale a pena também querermos mais sexo cotidiano, aquele que fazemos só para  lembrar nosso corpo o quanto é bom ganhar carinho, abraçar e gozar. Precisamos de um amor que reconheça a nossa particularidade e que nos coloque para cima e avante – e não repleto de posse, ciúme, sofrimento e violência.

Você ganhou um dom maravilhoso, que é a vida. Não a desperdice.

Desejo a você um 2017 cheio de tesão! Em todos os sentidos. Que ame bem e muito, seja de maneira erótica ou fraterna. Que seja assertiva e direta e nunca se deixe subjugar ou violentar. Que seja modelo de honestidade, garra e beleza, independentemente do tipo de corpo que tenha. Que a cada dia valorize o fato de ser única e, de algum modo, importante para o mundo.

Enquetes

enquete

Que delícia junina te faz esquecer a dieta?

Carregando ... Carregando ...

Publicidade