Meu bebê precisa de um alimentador infantil? Pediatra responde

Objeto é utilizado para que os pequenos saboreiem frutas. Mas ele é mesmo necessário?

1 de outubro de 2016 - por Dra. Vânia Gato

Já ouviu falar no alimentador infantil? A ideia é a seguinte: o bebê pode engasgar com a frutinha e aí você coloca o pedaço dentro desse objeto e o pequeno fica chupando essa redinha e tirando o caldinho da fruta. Vamos lá:

1- A alimentação complementar deve ser introduzida a partir de seis meses, quando o bebê tem habilidades para ingestão de sólidos;

2- A partir de 6 meses as frutas podem ser apresentadas ao bebê na sua forma in natura ou oferecidas raspadas na colher;

3- O uso de peneiras não é recomendado, nem para o preparo de comidas e nem na forma disfarçada;

4- Se o seu bebê tem menos que seis meses e já come frutas, seja lá por qual motivo isso tenha acontecido, mesmo assim não é recomendado o uso do alimentador.

5- Um anteparo entre o bebê e o alimento perde a oportunidade de ele conhecer a textura e sabor do mesmo. Experimente você comer assim. Veja se é legal.

Quer saber mais? Veja o texto completo clicando aqui.