Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Posts com a Tag ‘Livros’

Apaixonada por livros cria lindas imagens inspiradas por eles

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

 

 

Já está se preparando para entrar no clima menos apressado do fim de semana? Escolher um bom livro pode ser uma ótima maneira de relaxar, se divertir, conhecer novas culturas e exercitar a imaginação nesses dias de descanso, não é?

 

http://instagram.com/p/BXVydC7DZxv/

 

E se você está precisando de mais um empurrãozinho para se deixar fisgar pelo universo da leitura, vai adorar conhecer o @emiibook, perfil do Instagram criado por uma estudante francesa que se apresenta apenas como Emilie. Ela é completamente apaixonada por livros e transmite esse sentimento pelas imagens que produz. “Um dia sem ler é um dia triste para mim”, disse ao blog do Instagram. “O que eu amo nos livros é que eles nos transportam para outro lugar”, falou ela.

 

http://instagram.com/p/BPYHMmfFROR/

 

Para contagiar outras pessoas com esse apreço, assim que termina uma história, Emilie produz uma foto inspirada por ela. “Tenho um mundo inteiro na minha cabeça e eu tento expressá-lo através das minhas fotos”, explicou a estudante que, para montar as imagens – ao mesmo tempo caóticas e encantadoras – se utiliza de bonecos, cartões postais, selos, páginas, tintas e muito mais.

 

http://instagram.com/p/BXVydC7DZxv/

 

Entre as obras homenageadas estão desde clássicos infantis, como “A Pequena Sereia”, até obras mais atuais, como a coleção “Game of Thrones”. Mais importante do que suas escolhas literárias, no entanto, é a mensagem que ela passa sobre os livros. “Você pode viver uma experiência extraordinária mesmo se estiver deitado no seu sofá. Eu nunca sou a mesma depois de ler “.

 

Livros se transformam em paisagens lindas e desgastadas

quarta-feira, 3 de maio de 2017

 

Não me canso de dizer que livros são mundos completos e que abri-los é como passear pelas ruas e ser apresentada às pessoas que vivem nesses lugares inusitados e inesquecíveis. Há, no entanto, uma discussão sobre o futuro desses volumes – ao menos da maneira como os conhecemos hoje –, uma vez que a digitalização parece o caminho mais evidente para as próximas décadas.

 

 

É desse embate entre o progresso tecnológico e a perda da cultura tradicional que nasce o trabalho do artista canadense Guy Laramée: ele se utiliza de livros – principalmente conjuntos de enciclopédias e dicionários antigos e desatualizados – para criar esculturas de paisagens ou construções cheias de texturas e tocadas pela erosão. Todas elas com a mesma mensagem embutida. “Meu trabalho, tanto em 3D como na pintura, tem origem na própria ideia de que o conhecimento mais atual poderia muito bem ser uma erosão em vez de uma acumulação.

 

 

Essa provocação a um mundo constantemente movido por novidades surge cheia de nuances impulsionadas pelos detalhes vistos nas montanhas, nas cavernas e nos outros relevos que o artista recria. É algo bonito, triste e cheio de reflexão. “Montanhas de conhecimento desativado voltam ao que realmente são: montanhas. Elas se corroem um pouco mais e se tornam colinas. Em seguida, se achatam e tornam-se campos onde aparentemente nada está acontecendo. Pilhas de enciclopédias obsoletas retornam àquilo que não precisa dizer nada, aquilo que simplesmente é”.

 

 

E você o que acha que a tecnologia cada vez mais avançada vai engolir os livros ou outros objetos da cultura tradicional? Conta no meu Facebook!

 

 

 

Artista esculpe em livros velhos e renova seu encantamento

domingo, 9 de outubro de 2016

 

 

O Dia das Crianças está chegando e hoje o blog entra no clima de fantasia que a data pede com o trabalho de uma artista britânica que une, em suas obras, a fascinação dos livros e a mágica dos cenários sob medida para fazer a imaginação voar longe.

 

 

Já mostrei por aqui um pouquinho do trabalho de Su Blackwell, mas vale a pena te contar como ela começou a se apaixonar por esculpir em histórias impressas, sobre seu processo criativo e, claro, ver mais de suas encantadoras peças.

 

 

A artista conta que, depois de estudar escultura na Royal College of Art, passou uma temporada ao Sudeste Asiático e conheceu a arte em papel feita por lá. Depois de voltar pra casa, passou a experimentar com os livros.

 

 

O mais interessante é que Su procura os exemplares em lojas de segunda mão e tenta ler ou ao menos estar familiarizada com o enredo antes de começar a esculpir. Ela frisa que gosta de deixar algumas palavras intactas no processo para dar ainda mais significado às obras.

 

Um lindo modo de dar nova vida a itens que estavam encostados em prateleiras. Além disso, muito significativo mostrar, de maneira artística, como os livros podem te transportar para novos lugares, cenários e mundos. Adoro!

 

Um livro por degrau: britânica transforma a escada de maneira apaixonante

sexta-feira, 22 de julho de 2016

 

 

Boas ideias me encantam, ainda mais quando elas envolvem uma das minhas paixões, os livros. E, depois de ver que uma escola brasileira transformou seu muro em uma seleção de obras para o público infanto-juvenil, encontrei na web uma sugestão para trazer esse espírito para dentro de casa.

 

Depois de anos de aluguel, a britânica Pippa Branham conseguiu – junto do marido – comprar a primeira casa. Por conta disso, ela se sentiu livre para deixar a imaginação fluir na personalização dos ambientes.

 

 

O principal projeto foi dar um toque especial à escada do novo lar, já que o carpete (que para ela seria a solução mais óbvia) se mostrou caro demais: transformar cada degrau em um dos livros favoritos do casal. Para isso, comprou tintas e passou 35 horas, ao longo de seis semanas, imersa nessa deliciosa atividade.

 

O resultado ficou lindo, não é? Claro que Pippa tem uma grande facilidade com trabalhos manuais, mas é possível se inspirar na ideia e usar até adesivos no lugar das pinturas, não é? Uma ótima maneira de decorar a casa e também de incentivar a paixão das crianças pela leitura.

 

 

 

Livros antigos viram cenário de paisagens inspiradoras

segunda-feira, 14 de março de 2016

livro_escultura

Fale a verdade: você também é fã de tecnologia? Hoje, vivemos um momento de encantamento com tablets, smartphones e todos os benefícios que esses aparelhos podem trazer para as nossas vidas. Mas, com tanta modernidade, será que os livros serão esquecidos? Essa é a pergunta que o artista canadense Guy Laramée quer nos fazer com suas obras de arte.

livro_escultura1

Guy usa livros antigos para fazer lindas esculturas em papel. Em sua última série, as peças trazem imagens de montanhas e vales cheios de curvas e cobertos de neve. Assim, mostrando a erosão da natureza, o artista quis discutir o desgaste que a cultura pode sofrer se trocarmos de vez os livros em papel pela tecnologia digital.

livro_escultura3

E não é a primeira vez que os livros servem de base para as esculturas de Guy: ele já criou montanhas, cavernas e ruínas antigas em outras peças. Aliás, uma de suas séries é dedicada aos pássaros do Brasil, e foi criada depois que o canadense visitou o nosso país e ficou maravilhado com a diversidade de animais.

livro_escultura2

Todo esse talento tem muito tempo de história. O artista trabalha há mais de 30 anos produzindo vários tipos de arte, compondo canções, escrevendo e criando pinturas, esculturas e instalações. É um amante da cultura, que passa todo o seu amor em cada uma dessas lindas paisagens, não é?