Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Posts com a Tag ‘Girls Skate India’

Indiana usa o skate como ferramenta pela igualdade de gênero

quinta-feira, 16 de março de 2017

 

 

A desigualdade de gênero é uma realidade em qualquer lugar do mundo. Em certos países, como na Índia, no entanto, ela é mais severa e prejudica ainda mais as mulheres. Foi por ter essa dimensão que Atita Verghese, skatista profissional indiana), decidiu usar o esporte como uma maneira de enfrentamento ao machismo em sua terra natal.

 

Seu projeto – sobre o qual fiquei sabendo pelo site “Hypeness” –, o “Girls Skate India”, possibilita que meninas conheçam um pouco mais sobre o universo do skate, aprendam a se equilibrar sobre ele e encontrem nesse esporte uma forma de valorização, confiança e liberdade. “A pista de skate é um lugar mágico que aceita qualquer pessoa, independentemente do gênero, da raça, da classe social. Andar de skate, para mim, é uma expressão de individualidade, de perceber suas forças e fraquezas, ao mesmo tempo em que há muita diversão e liberdade. Percebi meu potencial e minha força andando de skate, então quero compartilhar isso com outras garotas do mundo”, falou ela ao site do “TEDx Inovations”.

 

 

Apesar da força de vontade e do envolvimento de skatistas de outros lugares do mundo, Atita admite que é necessário quebrar muitas barreiras para fomentar a igualdade de gênero através desse esporte na Índia. “Porque as meninas perdem o respeito por serem vistas fora de casa como garotos. É preciso muito esforço para ter e manter as garotas envolvidas”, disse à mesma publicação. O trabalho, contudo, parece estar valendo a pena: as garotas do projeto até foram chamadas a estrelar o clipe da música “Alpha Female”, da banda Wild Beasts. Assista abaixo:

 

 

Além de promover aulas, o “Girls Skate India” também viabiliza e ajuda a construir parques públicos para a prática do skate. Quer mais? Os garotos são mais do que bem-vindos a participar de todas essas ações. “Ensinamos meninas E meninos, pois já há muita divisão entre os sexos e nós não queremos separar, mas unir”, avisa a página do Facebook.

 

É isso aí! Todos unidos por um mundo sem machismo. Eu curti, e você?