Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Posts com a Tag ‘Dia Internacional da Mulher’

Uma homenagem às líderes do futuro

sábado, 11 de março de 2017

 

Ontem falei aqui no blog de uma campanha que visa colocar os holofotes sobre a falta de oportunidade das mulheres em diversos campos de trabalho, como a política, a tecnologia e a ciência, não é? E o post de hoje vai na mesma direção.

 

 

Na terça-feira, na véspera do Dia da Mulher, Wall Street recebeu uma estátua cheia de significados: uma garotinha destemida, com as mãos na cintura e o queixo erguido, foi posicionada de frente para a icônica figura do touro – produzida por Arturo Di Modica -, grande símbolo desse centro financeiro.

 

 

“Estudos mostram que companhias com mulheres na liderança performam melhor do que aquelas sem”, diz o vídeo que mostra como a obra foi feita. “Nesse Dia Internacional da Mulher criamos um símbolo da liderança feminina no presente e no futuro. E colocamos em um lugar em que ninguém poderia ignorá-lo. Wall Street, conheça a ‘Fearless Girl’ (garota destemida, em tradução livre)”.

 

 

Criada pela escultora de bronze de Delaware, Kristen Visbal, a estátua permanecerá no local por ao menos um mês. É possível, no entanto, que a “Fearless Girl” fique por lá muito mais tempo, já que vem atraindo muita atenção dos visitantes e sendo vista como uma forma de inspiração.

 

 

“Uma das imagens mais emblemáticas de Wall Street é o touro. Assim, a ideia de ter um tipo feminino de frente para ele ou o enfrentando nos impressionou como uma maneira muito inteligente, mas também criativa e envolvente para fazer essa declaração. Mesmo que seja uma menina, sua postura é de determinação, de franqueza e de estar disposta a desafiar e assumir o status quo”, explicou Lori Heinel, a diretora da empresa de aconselhamento em investimentos Global Street, responsável pela ação ao lado da agência McCann.

 

Eu adorei a ideia e espero que a garotinha de bronze ganhe espaço permanente na Wall Street. E você?

 

Dia Internacional da Mulher: uma data de conscientização e luta

quarta-feira, 8 de março de 2017

 

Hoje é Dia Internacional da Mulher. E muito mais do que uma data para dar (e receber) presentes e frases carinhosas, hoje é um dia para destacar a importância da luta pelos direitos iguais e o fim do machismo, algo pelo qual as mulheres tanto anseiam.

 

Undefeated. #strongisthenewpretty

A post shared by Kate T. Parker (@katetparker) on

 

Fica ainda mais difícil puramente celebrar as conquistas, quando uma pesquisa chocante mostra que 500 mulheres foram vítimas de violência física por hora no Brasil em 2016 (leia mais aqui). Outro estudo preocupante frisa que elas trabalham mais (em casa e no ambiente profissional) e recebem menos do que eles (leia mais aqui).

 

 

Esses dois dados – e tudo o que vemos no nosso cotidiano – revelam o quanto é necessário continuar a batalhar por uma sociedade pautada pelo respeito e pela igualdade de gêneros. Também é mais do que preciso dar mais espaço, oportunidade e acabar com o estereótipo de sexo frágil. E isso, como sempre digo, começa dentro de casa e na infância. Afinal, está mais do que provado que não existe atividade de menino ou menina, não é?

 

Football. Football jersey. Football gloves. This is how a girl dresses. #dresslikeawoman #strongisthenewpretty

A post shared by Kate T. Parker (@katetparker) on

Por isso, para ilustrar o post de hoje, trago o trabalho da fotógrafa Kate T. Parker, que decidiu clicar suas filhas e diversas outras garotas nos Estados Unidos praticando esportes e exercendo sua liberdade. O resultado é o livro “Strong is the New Pretty” (Forte é o novo bonito, em tradução livre). “Eu queria que minhas meninas soubessem que aquelas imagens que capturaram suas verdadeiras personalidades mostraram sua beleza. As fotos se transformaram em uma ferramenta para combater as mensagens que a mídia frequentemente envia para meninas e mulheres: que a beleza é um penteado, tamanho ou roupa particular”, explicou a profissional sobre o projeto à CNN.

 

Roller derby. #strongisthenewpretty

A post shared by Kate T. Parker (@katetparker) on

 

Juntas somos mais fortes e podemos muito mais! #DiaInternacionaldaMulher

 

Por mais respeito todos os dias

terça-feira, 8 de março de 2016

 

Hoje é Dia Internacional da Mulher, um dia que felizmente vem perdendo o caráter festivo para ganhar seu merecido lugar de data de conscientização. Sim, já avançamos muito, mas o caminho é longo: pesquisas mostram que mulheres recebem salários menores mesmo desempenhando as mesmas funções que os homens, têm menos oportunidades do que eles e ainda sofrem com uma violência extrema.

 

O Brasil está no vergonhoso quinto lugar em violência contra a mulher. São cinco mil assassinatos por ano, 13 por dia. E, apesar desses números alarmantes, o problema parece longe do fim. Como contei no ano passado, o estudo “Mapa da Violência – Homicídio de Mulheres” mostra que o número de vítimas de feminicídios no Brasil cresceu 21% em dez anos.

 

Falta de segurança, poucas oportunidades, preconceito… Os problemas são muitos, mas a solução é uma só. Igualdade, não apenas de direitos, mas de fato.

 

Como já falei, não acho que um único dia seja necessário para lembrar a nossa importância. Precisamos ser respeitadas todos os dias. Então, como li em diversas postagens, acredito sim que é hora de trocar qualquer homenagem temporária por um respeito duradouro e verdadeiro.

 

Em vídeo, youtubers homenageiam grandes mulheres do último século

sexta-feira, 4 de março de 2016

 

 

Estamos em contagem regressiva para o Dia Internacional da Mulher, uma data importante para a conscientização pela luta em prol dos direitos iguais – ainda muito distante da realidade em diversos quesitos, sejam eles sociais ou profissionais. E, por conta dessa celebração, o YouTube divulgou um vídeo inspirador intitulado “100 Years of Incredible Woman” (ou 100 anos de mulheres incríveis, em tradução livre).

 

Na obra de pouco menos de três minutos, personalidades femininas do último século, como Yoko Ono, Frida Kahlo e Pagu, são homenageadas através de Youtubers de várias nacionalidades, como a brasileira Jout Jout e a britânica Em Ford (eu falei dela aqui). Muito mais do que pela caracterização, esses ícones de uma época são lembrados por suas citações de coragem, força e empoderamento.

 

Vale assistir:

 

 

Ao fim, o vídeo pergunta: “Como você vai encontrar a sua voz? Quem te inspira?”. É para pensar, não é?

 

Nosso dia!

sábado, 8 de março de 2014
Hoje é o nosso dia! O dia que representa todas as lutas que nós, mulheres, tivemos que enfrentar durante os anos, pela igualdade social, política e no mercado de trabalho.
E que tal lembrarmos de algumas de nós que mudaram a história com suas atitudes?

A francesa Simone de Beauvoir foi filósofa, professora, escritora e uma das feministas mais famosas do mundo. Suas obras literárias discutem o papel da mulher na sociedade e criticam a vida burguesa e o machismo.

No mundo da moda, Coco Chanel também revolucionou, trazendo conforto e luxo para as vestimentas femininas, mudando completamente o design das roupas da época. Foi uma das primeiras a aderir ao estilo boyish.

A mexicana Frida Kahlo, além de ser uma grande artista, foi ativista política e lutou pelos direitos das minorias.

No Brasil, Anita Garibaldi deixou sua vida para trás para seguir o marido em batalhas. Na Itália, chegou a enfrentar 15 mil soldados grávida de 5 meses. Ficou conhecida como uma das mulheres mais corajosas de todos os tempos.

E como não falar dela, que sabia que “a paz começa com um sorriso”, Madre Teresa de Calcutá. Ela que recebeu um Prêmio Nobel e doou toda a sua existência para levar conforto aos doentes, aos abandonados, às mulheres que foram vítimas de abusos.
Todas com atitudes notáveis, ajudaram a transformar a sociedade em que vivemos hoje. E qual mulher nunca precisou deixar pra trás algum sonho?  Cada uma de nós, filhas, mães, amigas, namoradas, esposas, somos as heroínas das nossas próprias histórias e através de pequenos gestos, importantes para aqueles que estão a nossa volta, podemos criar um mundo melhor.
Um Dia Internacional da Mulher maravilhoso para todas nós!
Beijo,
Li