Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘Sustentável’

Dispositivo promete tirar toneladas de lixo plástico dos oceanos

domingo, 10 de setembro de 2017

 

Você sabia que mais de 8 bilhões de toneladas de lixo plástico são jogadas nos oceanos por ano? Isso mostra o quanto é necessário pensar e lutar por soluções mais sustentáveis e, também investir em ações de incentivo à reciclagem.

 

 

Paralelo aos esforços para que todo esse material não chegue às águas, é preciso retirar todo o resíduo que já está por lá. E essa é a proposta da organização sem fins lucrativos The Ocean Cleanup.

 

A missão ambiciosa é limpar cinco grandes áreas, cada uma com milhares de quilômetros, em que esse plástico se acumula. Para isso, o projeto pretende instalar telas em formato de U que irão barrar o material que as correntes jogam nessas regiões. O material, posteriormente, será extraído e mandado para a reciclagem.

 

De acordo com a organização, como a rede ficaria próxima à superfície, ela não prejudicaria a vida marinha. E poderia limpar grandes áreas em um prazo de 5 anos! Entenda melhor no vídeo abaixo (em inglês):

 

 

Animador, não é? Oceanógrafos e biólogos, no entanto, expressam suas preocupações com o dispositivo, uma vez que não há garantias de que não haverá prejuízo da vida marinha. Além disso, também seria uma solução de contenção, já que as pessoas continuariam a produzir e descartar mais plástico.

 

Esses receios, contudo, devem ser respondidos – positiva ou negativamente – em breve. É que, de acordo com a página o The Ocean Cleanup no Facebook, um primeiro protótipo acaba de ser instalado. Agora é torcer para tudo dar mais do que certo, não é? O mundo agradece!

 

União e sustentabilidade: mãe usa as camisas do marido para criar lindos vestidos para as filhas

sábado, 5 de agosto de 2017

 

Ontem o blog te mostrou como uma mãe utilizou de alimentos saudáveis e muita imaginação para melhorar as refeições de sua filha de 2 anos e criar ainda mais laços com ela. Hoje, o clima de inventividade maternal continua com a história de Stephanie Miller, uma ex-professora de artes que canalizou seu talento e criatividade para produzir algo incrível e, de quebra, passar uma importante lição aos filhos.

 

 

Mãe de quatro crianças, dois meninos e duas meninas, ela se sentiu distante de sua veia artística depois da maternidade, mas viu um mundo de possibilidades surgir quando ganhou uma máquina de costura.

 

 

Stephanie conta que passou a produzir, com a ajuda de tutoriais da internet, bichos de pelúcia. Isso lhe deu uma nova confiança e, quando viu as camisas que seu marido pretendia jogar fora, teve uma grande ideia: “fiquei frustrada ao perceber que ele iria se livrar de peças tão novas, mas que tinham encolhido. Então as mantive na esperança de fazer algo com elas”, disse em entrevista recente.

 

http://instagram.com/p/BU-F631hGgE/

 

Depois de muito pensar, decidiu tentar fazer um vestido para as suas filhas, que adoraram o resultado. “Agora, quando estou lavando roupas, elas ficam de olho nas camisas do pai e apontam aquelas que gostariam de ver transformadas”.

 

http://instagram.com/p/BSKbYb9BGDR/

 

Aos poucos a brincadeira fashion cresceu e Stephanie começou a produzir modelos cada vez mais adoráveis. Isso, claro, aumentou a união da família e rendeu uma importantíssima lição de criatividade e sustentabilidade. “Eu quero melhorar o mundo que me rodeia através da minha arte e espero inspirar os outros a fazer o mesmo”.

 

Grupo choca para falar de conscientização ambiental e preservação marinha

sábado, 29 de julho de 2017

 

A estranha e triste imagem de uma baleia cachalote encalhada em uma das margens do Rio Sena, em Paris, percorreu a internet nessa semana. E ela não só aguçou a curiosidade de quem se deparou com ela – afinal, como um animal marinho teria parado ali? –, como também chocou por mostrar a morte daquele imenso ser vivo.

 

 

Passado o burburinho inicial, foi revelado que a baleia é uma escultura hiper-realista do Captain Boomer Collective, um grupo belga de arte ativista que tenta aumentar a conscientização ambiental e debater a necessidade de preservação da vida marinha.

 

De acordo com o coletivo, sua meta é brincar com as fronteiras entre a ficção e a realidade, intrigar as pessoas, fazê-las admirar e falar sobre o assunto da preservação. “É uma forma artística de conscientização sobre o meio ambiente”, explica Bart Van Peel, fundador do projeto.

 

Fundado em 2007, o grupo já fez intervenções semelhantes em outras capitais, como Londres, sempre com o mesmo objetivo. Muitos criticam sua atuação pelas peças chocantes, enquanto outros acreditam que esse tipo de impacto é necessário para tratar de um assunto tão sério. Ainda assim, é inegável a necessidade de projetos e ações cotidianas para preservar o meio ambiente, não é? E você, o que acha?

 

Publicado por Equipe Eliana

 

Animais feitos de balões alertam para a fragilidade da natureza

domingo, 23 de julho de 2017

 

 

A imagem de balões é quase sempre ligada às festas de aniversário, à alegria das crianças, à euforia dos parques de diversão. Por isso chama tanto a atenção vê-los em uma campanha que alerta para um assunto triste, preocupante e urgente: o risco de extinção para diversos animais.

 

 

Em “Too fragile for human greed” (frágil demais para a ganância humana, em tradução livre), bichos feitos com bexigas surgem prestes a ser estourados por itens cotidianos, como um isqueiro ou arame farpado.

 

 

O mais interessante é que esses elementos sutis são usados para nos lembrar de todos os problemas que o homem causa à natureza, como as queimadas, o desmatamento, a pesca predatória, a poluição e o aquecimento global.

 

 

A campanha foi criada pelos diretores de arte Thomaz Jefferson, Adriano Tozin, Gabriel Gakas, Bruno Giuseppe e o redator Eduardo Chaves, todos alunos da Miami Ad School São Paulo para a WWF (World Wide Fund for Nature) e é mais do que necessária aos dias atuais. É impressionante perceber o quanto a natureza está desprotegida frente aos interesses humanos. É para refletir, não é? 

 

Publicado por Equipe Eliana

 

Ney Matogrosso, Elisa Lucinda e Oswaldo Montenegro participam de clipe emocionante

sábado, 17 de junho de 2017

O que seria do mundo sem todas as suas cores, sem pessoas dos tipos mais diferentes, sem paisagens de todas as belezas, sem o mar, as montanhas, as praias, a neve, toda a nossa fauna e toda a nossa flora? É essa diversidade que torna a vida tão bonita e rica, e que nos ensina todos os dias a respeitar cada ser humano dentro do seu jeito único de ser.

Screen Shot 2017-06-16 at 20.24.20

O cantor, ator e roteirista mineiro Renato Luciano captou toda essa beleza no clipe de sua nova música, “De Toda Cor”. Com uma letra linda, que exalta a diversidade, ele tem participações muito especiais de Ney Matogrosso, Elisa Lucinda, Oswaldo Montenegro, Pedro Luis, Léo Pinheiro, Laila Garin, Emílio Dantas, entre outros. Também foca em pessoas das mais diferentes, para acentuar mesmo como cada um pode e deve reconhecer a beleza que vive dentro de si.

 

Screen Shot 2017-06-16 at 20.22.28

A gravação ganha um toque ainda mais emocionante com a poesia declamada pela escritora Elisa Lucinda, “O Inexato”, recitada no meio da música. Os versos criados pela poeta também destacam a beleza das coisas únicas e diferentes que compõem todo o nosso mundo, e reforçam a mensagem de que cada ser que habita esse planeta merece ser celebrado e respeitado.