Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘Música’

Para cantar, curtir e lembrar Amy Winehouse

sábado, 23 de julho de 2016

 

Amy Winehouse até podia ser conhecida por seu visual único e pela vida de excessos, mas era só começar a cantar para mostrar que sua voz poderosa era muito maior do que isso. Em 23 de julho de 2011, essa força tão criativa quanto problemática nos deixou.

 

Sim, hoje faz cinco anos que ela se foi. E nada melhor para celebrar uma cantora tão marcante do que ouvir suas canções, não é? Escolhi alguns de seus sucessos para embalar esse sábado:

 

Esse cover de “Will You Still Love Me Tomorrow?”, clássico originalmente cantado por Carole King, abre a lista pela beleza dos vocais. Gravado para a trilha sonora de “Bridget Jones – No Limite da Razão”, ganhou nova roupagem para o disco “Lioness”, lançado após a morte de Amy.

 

 

Ainda no quesito das lindas baladas, “Loving is a Losing Game” fez parte de um álbum recheado de hits, “Back to Black”. Aqui, a cantora parece colocar uma dose extra de sentimento para interpretar uma letra tão triste quanto bonita.

 

 

Outro cover que não podia ficar fora da seleção é o delicioso e cheio de balaço “Cupid”, música ouvida pela primeira vez na década de 60, com Sam Cooke. É a cara do fim de semana.

 

 

Para finalizar, que tal “Tears Dry On Their Own”? Esse hit pop com influência da Motown combina um refrão encorajador com uma letra que fala dos arrependimentos de uma relação amorosa. Vale ouvir hoje e sempre.

 

 

Gostou?  “Valerie”, “Back to Black”, “Rehab” e tantas outras faixas também poderiam fazer parte dessa lista, não é? E para você, qual é a música mais inesquecível de Amy Winehouse?

 

 

Campanha contra desigualdade de gênero resgata música das Spice Girls

quarta-feira, 6 de julho de 2016

 

Você passou a adolescência cantando o hit “Wannabe”, das Spice Girls? Então você vai amar o vídeo divulgado nesta semana pelo Projeto Everyone, que já conta com mais de 200 mil visualizações: ele resgata o sucesso dos anos 1990 para conscientizar as pessoas sobre a desigualdade de gênero, que vitimiza tantas meninas e mulheres ao redor do mundo.

 

Screen Shot 2016-07-06 at 10.10.34

 

No vídeo, em vez de ver as cantoras inglesas dançando, vemos garotas de vários pontos ao redor do globo, exibindo as Metas Globais das Nações Unidas, que defendem o fim da violência contra as mulheres, uma educação de qualidade para todas as meninas, o fim do casamento infantil e igualdade salarial entre funcionários e funcionárias.

 

O Projeto Everyone tem o objetivo de divulgar e espalhar as metas criadas pelas Nações Unidas para o desenvolvimento sustentável, pressionando governantes a desenvolverem ações que possam cumpri-las. Entre elas, estão a erradicação da pobreza e da fome, além da promoção da igualdade de gênero.

 

 

O assunto é sério e muito importante, mas com um vídeo tão divertido certamente vai impactar mais e mais pessoas. E você também pode participar, usando a hashtag #WhatIReallyReallyWant (O que eu realmente realmente quero) e postando uma foto sua com o que você deseja para meninas e mulheres de todo o mundo.

 

Vale assistir: Beatles e Cirque du Soleil se unem em clipe lindo

sexta-feira, 1 de julho de 2016

 

 

Começar um dia com os Beatles já é ótimo, mas quando a canção vem acompanhada de um lindo clipe fica ainda melhor, não é? Por isso decidi postar por aqui esse vídeo encantador que o Cirque du Soleil criou para comemorar os dez anos do espetáculo “Love” – feito apenas com músicas do quarteto de Liverpool.

 

Enquanto “While My Guitar Gently Weeps”, composta por George Harrison, preenche o ambiente com seus tão conhecidos acordes, a artista Eira Glover dança de forma romântica e dramática – sempre seguida por uma etérea projeção, que pode surgir na forma de letras, sinais e até de uma silhueta humana que parece abraçá-la:

 

 

O mais interessante é que, de acordo com a descrição do vídeo no YouTube, todos os desenhos criados à mão foram inseridos no filme com a técnica de Projection Mapping (que mapeia superfícies, até mesmo as mais irregulares, para garantir a projeção perfeita) e inseridos ao vivo, durante o balé de Eira, sem correções dos efeitos em pós-produção.

 

Um lindo encontro de gerações e talentos

quarta-feira, 22 de junho de 2016

 

 

Se você acompanha o meu Instagram, o @Eliana, deve ter visto que ontem à noite eu postei o trechinho de um vídeo que mostra quando o gênio da música Stevie Wonder surpreende um supertalentoso jovem cantor, Ahsan Watts.

 

Esse encontro, no entanto, é tão gostoso de assistir – e de ouvir, claro –, que decidi postá-lo inteiro por aqui. O clipe, divulgado originalmente em 2012, começa com a envolvente voz do novato, que canta um dos clássicos de Wonder, “Ribbon In The Sky”. Mais ou menos no meio da canção, seu intérprete original chega (para a loucura do jovem), e pede para acompanhá-lo ao piano.

 

É lindo ver a reverência e o carinho com que Ahsan trata seu ídolo. Mais bonito ainda é ver como Stevie Wonder deixa o garoto brilhar. Assista:

 

 

Muito gostoso de ouvir, não é? Ahsan, que atualmente tem 17 anos, passou a ser conhecido na web depois de postar seu cover de “Who’s Loving You”, música de William “Smokey” Robinson bastante famosa na interpretação do grupo The Jackson 5. Confira:

 

 

De lá pra cá, de acordo com uma entrevista recente, o cantor, que tem contrato com a gravadora Interscope, lançou um single e tem dividido seu tempo entre a música – com alguns conselhos de Stevie Wonder – e a vida normal de um adolescente, que precisa estudar e ajudar a mãe nas tarefas de casa. Espero ouvir muito mais sobre ele em breve. Adoro!

 

Vídeo mostra divas dos últimos 103 anos em dois minutos

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Screen Shot 2016-05-20 at 09.14.27

Cada década tem uma diva da música, que nos inspira com seu talento, sua personalidade e seu estilo. São tão diferentes uma da outra que chega a ser curioso colocá-las lado a lado, quando podemos ver tudo o que as une e o que as separa.

Foi exatamente isso que a revista americana Vanity Fair fez: em dois minutos de vídeo, apresentou modelos produzidas como os ícones pop dos últimos 103 anos.

Nas imagens, vemos o visual e os trejeitos de artistas como Diana Ross, dos anos 1970, Madonna, dos 1980, e Britney Spears, dos 1990.

Screen Shot 2016-05-20 at 09.14.39

O vídeo ainda destaca as características de cada um dos looks. É um show de moda e inspiração para nós, que não cansamos de admirar a beleza dessas musas!