Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘Música’

Livro da Editora Master Books conta a história das canções de Milton Nascimento

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

 

“Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça, é preciso ter sonho sempre. Quem traz na pele essa marca possui a estranha mania de ter fé na vida”. Tem canções que falam alto ao coração da gente, que emocionam e marcam para sempre, como essa linda composição de Milton Nascimento. Mas você também fica pensando o que tem por trás de cada uma dessas músicas?
Bom, por sorte, durante a gestação da Manu, algo muito bacana aconteceu: a equipe supercompetente da minha Editora Master Books trabalhou em uma obra de dar muito orgulho. É o livro “Milton Nascimento – Letras, Histórias e Canções”, escrito por Danilo Nuha, que conta a trajetória do amado Milton Nascimento por meio de suas composições.

 

eliana-lancamento1

 

E o Danilo tem uma história muito interessante. Fã do Milton desde pequeno, ele morou no Japão, onde teve a chance de conhecer o ídolo. Depois de alguns anos acompanhando ensaios do músico, foi convidado para trabalhar em sua assessoria de imprensa. Lá no DaquiDali o Danilo conta tudo sobre esse projeto e sua relação com o Bituca. Clique aqui para ler.

 

 

Nesse domingo, o livro foi lançado em uma livraria em São Paulo, em um evento muito bacana, de que eu tive o prazer de participar e onde encontrei o próprio Milton e a minha equipe na Editora Master Books.

 

Muito interessante! Perfil do Instagram te convida a conhecer as paletas de cores de filmes, séries e clipes musicais

terça-feira, 29 de agosto de 2017

 

Que tal embarcar no mundo da cultura pop de uma maneira bem criativa e curiosa? Essa é a proposta do Instagram Palette Maniac, que dá uma mostra das paletas de cores utilizadas em filmes, programas de TV e videoclipes famosos.

 

 

É interessante perceber como determinados tons podem ajudar a contar uma história ou a conduzir seus sentimentos por determinado personagem ou canção. Além disso, essa escolha pode funcionar como a marca de um diretor, como no caso de Wes Anderson, que prioriza cores pastel ou esmaecidas em seus lindos e excêntricos filmes.

 

'Love' by Lana Del Rey Dir: Rich Lee #lanadelrey #love #musicvideo #colorpalette #blue #white #yellow #lanadelreylove

A post shared by Palette Maniac (@palettemaniac) on

 

Até o momento, são quase 60 publicações desvendando um pouco dos segredos cromáticos de clássicos do cinema, como “Os Sonhadores”; de sucessos televisivos, como “Game of Thrones”; e de clipes de artistas como Lana Del Rey, Selena Gomez e The Weeknd.

 

 

É para passear sem pressa pelas imagens, entender um pouco mais sobre suas obras favoritas e até aumentar a curiosidade sobre as que você ainda não conhece. Ótimo respiro para os dias corridos, não é?

 

 

Projeto te convida a combinar sons de instrumentos gravados ao redor do mundo e criar música especial

sexta-feira, 14 de julho de 2017

 

A música tem o poder de unir as pessoas, independentemente da fé, do gênero, da cor da pele ou das experiências prévias”, diz o texto de abertura de “The World in Tune” (que pode ser livremente traduzido em O Mundo em Sintonia). Com uma explicação tão cativante, fiquei interessada em saber mais sobre o projeto e postá-lo por aqui.

 

Encabeçado por uma empresa de viagens e pelo compositor Daniel Land, ele traz a possibilidade de cada um “criar a própria música” ao combinar sons de instrumentos tocados por profissionais de várias partes do mundo. Entre as sugestões, há um acordeão gravado na Turquia, um saxofone na Venezuela, uma flauta em Portugal, um piano na Nigéria e muito mais.

 

Para entrar na brincadeira e costurar essa canção globalizada, basta apertar o play das opções que mais te agradam, na ordem que preferir, e ouvir o resultado. Quer tentar? Clique abaixo:

 

 

Os sons tocados por cada artista não seguem nenhuma batida pré-estabelecida e, por isso, se encaixam tão bem uns aos outros. Muito mais legal do que o resultado sonoro é seguir essa lição e perceber como todos podemos e devemos sempre trabalhar juntos para produzir algo novo, belo e harmônico, não é? Adorei!

 

Ney Matogrosso, Elisa Lucinda e Oswaldo Montenegro participam de clipe emocionante

sábado, 17 de junho de 2017

O que seria do mundo sem todas as suas cores, sem pessoas dos tipos mais diferentes, sem paisagens de todas as belezas, sem o mar, as montanhas, as praias, a neve, toda a nossa fauna e toda a nossa flora? É essa diversidade que torna a vida tão bonita e rica, e que nos ensina todos os dias a respeitar cada ser humano dentro do seu jeito único de ser.

Screen Shot 2017-06-16 at 20.24.20

O cantor, ator e roteirista mineiro Renato Luciano captou toda essa beleza no clipe de sua nova música, “De Toda Cor”. Com uma letra linda, que exalta a diversidade, ele tem participações muito especiais de Ney Matogrosso, Elisa Lucinda, Oswaldo Montenegro, Pedro Luis, Léo Pinheiro, Laila Garin, Emílio Dantas, entre outros. Também foca em pessoas das mais diferentes, para acentuar mesmo como cada um pode e deve reconhecer a beleza que vive dentro de si.

 

Screen Shot 2017-06-16 at 20.22.28

A gravação ganha um toque ainda mais emocionante com a poesia declamada pela escritora Elisa Lucinda, “O Inexato”, recitada no meio da música. Os versos criados pela poeta também destacam a beleza das coisas únicas e diferentes que compõem todo o nosso mundo, e reforçam a mensagem de que cada ser que habita esse planeta merece ser celebrado e respeitado.

 

 

Esse vídeo também vai te emocionar. Assista!

quinta-feira, 8 de junho de 2017

 

Histórias inspiradoras são universais. Não importa de onde elas venham ou em que língua sejam contadas, elas sempre encontram um jeito de tocar nossos corações. E essa pode ser a explicação perfeita para um vídeo tão emocionante (veja com legendas em Português clicando aqui) que já foi assistido mais de cem milhões de vezes em apenas dois dias.

 

 

Nele, a americana Mandy Harvey conta, antes de se apresentar como cantora em um programa de talentos, que precisou superar um imenso obstáculo para realizar esse sonho: ter perdido a audição aos 18 anos devido a uma doença no tecido conjuntivo.

 

Ela revela que chegou a pensar em desistir, mas como queria “algo mais para sua vida”, começou a reunir elementos para voltar a cantar. Percebeu, então, que a memória muscular da época em que ainda podia ouvir e a vibração do palco sob seus pés seriam grandes aliados nesse novo percurso.

 

Depois de contar essa história de garra e determinação, Mandy surpreende novamente ao soltar sua linda voz em uma canção própria na qual fala que para superar a tristeza e os problemas só é preciso tentar. O resultado? Aplausos de pé e lágrimas nos olhos:

 

 

Não à toa ela passou de fase no programa e conquistou tantos fãs, não é? “A música ‘Try’ (Tentar, em tradução para o Português) é especial para mim em muitos níveis, porque é a história da minha jornada de aceitação e também da minha jornada para incentivar os outros a fazerem o mesmo”, escreveu em sua página no Facebook. Lindo! E você, já lutou pelos seus sonhos hoje?