Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘Literatura’

Livro da Editora Master Books conta a história das canções de Milton Nascimento

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

 

“Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça, é preciso ter sonho sempre. Quem traz na pele essa marca possui a estranha mania de ter fé na vida”. Tem canções que falam alto ao coração da gente, que emocionam e marcam para sempre, como essa linda composição de Milton Nascimento. Mas você também fica pensando o que tem por trás de cada uma dessas músicas?
Bom, por sorte, durante a gestação da Manu, algo muito bacana aconteceu: a equipe supercompetente da minha Editora Master Books trabalhou em uma obra de dar muito orgulho. É o livro “Milton Nascimento – Letras, Histórias e Canções”, escrito por Danilo Nuha, que conta a trajetória do amado Milton Nascimento por meio de suas composições.

 

eliana-lancamento1

 

E o Danilo tem uma história muito interessante. Fã do Milton desde pequeno, ele morou no Japão, onde teve a chance de conhecer o ídolo. Depois de alguns anos acompanhando ensaios do músico, foi convidado para trabalhar em sua assessoria de imprensa. Lá no DaquiDali o Danilo conta tudo sobre esse projeto e sua relação com o Bituca. Clique aqui para ler.

 

 

Nesse domingo, o livro foi lançado em uma livraria em São Paulo, em um evento muito bacana, de que eu tive o prazer de participar e onde encontrei o próprio Milton e a minha equipe na Editora Master Books.

 

Apaixonada por livros cria lindas imagens inspiradas por eles

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

 

 

Já está se preparando para entrar no clima menos apressado do fim de semana? Escolher um bom livro pode ser uma ótima maneira de relaxar, se divertir, conhecer novas culturas e exercitar a imaginação nesses dias de descanso, não é?

 

http://instagram.com/p/BXVydC7DZxv/

 

E se você está precisando de mais um empurrãozinho para se deixar fisgar pelo universo da leitura, vai adorar conhecer o @emiibook, perfil do Instagram criado por uma estudante francesa que se apresenta apenas como Emilie. Ela é completamente apaixonada por livros e transmite esse sentimento pelas imagens que produz. “Um dia sem ler é um dia triste para mim”, disse ao blog do Instagram. “O que eu amo nos livros é que eles nos transportam para outro lugar”, falou ela.

 

http://instagram.com/p/BPYHMmfFROR/

 

Para contagiar outras pessoas com esse apreço, assim que termina uma história, Emilie produz uma foto inspirada por ela. “Tenho um mundo inteiro na minha cabeça e eu tento expressá-lo através das minhas fotos”, explicou a estudante que, para montar as imagens – ao mesmo tempo caóticas e encantadoras – se utiliza de bonecos, cartões postais, selos, páginas, tintas e muito mais.

 

http://instagram.com/p/BXVydC7DZxv/

 

Entre as obras homenageadas estão desde clássicos infantis, como “A Pequena Sereia”, até obras mais atuais, como a coleção “Game of Thrones”. Mais importante do que suas escolhas literárias, no entanto, é a mensagem que ela passa sobre os livros. “Você pode viver uma experiência extraordinária mesmo se estiver deitado no seu sofá. Eu nunca sou a mesma depois de ler “.

 

Livros se transformam em paisagens lindas e desgastadas

quarta-feira, 3 de maio de 2017

 

Não me canso de dizer que livros são mundos completos e que abri-los é como passear pelas ruas e ser apresentada às pessoas que vivem nesses lugares inusitados e inesquecíveis. Há, no entanto, uma discussão sobre o futuro desses volumes – ao menos da maneira como os conhecemos hoje –, uma vez que a digitalização parece o caminho mais evidente para as próximas décadas.

 

 

É desse embate entre o progresso tecnológico e a perda da cultura tradicional que nasce o trabalho do artista canadense Guy Laramée: ele se utiliza de livros – principalmente conjuntos de enciclopédias e dicionários antigos e desatualizados – para criar esculturas de paisagens ou construções cheias de texturas e tocadas pela erosão. Todas elas com a mesma mensagem embutida. “Meu trabalho, tanto em 3D como na pintura, tem origem na própria ideia de que o conhecimento mais atual poderia muito bem ser uma erosão em vez de uma acumulação.

 

 

Essa provocação a um mundo constantemente movido por novidades surge cheia de nuances impulsionadas pelos detalhes vistos nas montanhas, nas cavernas e nos outros relevos que o artista recria. É algo bonito, triste e cheio de reflexão. “Montanhas de conhecimento desativado voltam ao que realmente são: montanhas. Elas se corroem um pouco mais e se tornam colinas. Em seguida, se achatam e tornam-se campos onde aparentemente nada está acontecendo. Pilhas de enciclopédias obsoletas retornam àquilo que não precisa dizer nada, aquilo que simplesmente é”.

 

 

E você o que acha que a tecnologia cada vez mais avançada vai engolir os livros ou outros objetos da cultura tradicional? Conta no meu Facebook!

 

 

 

Incrível! Mapa destaca obras importantes da literatura mundial

terça-feira, 28 de março de 2017

 

Sempre falo por aqui das diferentes maneiras de viajar sem precisar sair fisicamente do lugar, não é? E uma nova oportunidade de conhecer mais desse imenso mundo vem de um mapa pra lá de diferente: no lugar de territórios, fronteiras e capitais, ele traz os livros mais famosos ou importantes de cada país.

 

 

Feito por um usuário do Reddit (site de discussões popular nos Estados Unidos) que se apresenta como Backfoward24, o mapa-múndi causa curiosidade e também discussão – afinal, a escolha dos títulos parece ter sido totalmente pessoal.

 

Ainda assim, é uma ótima seleção para quem quer navegar pela literatura mundial. Quer alguns exemplos? O Brasil é representado por “Dom Casmurro” (Machado de Assis), a Colômbia aparece com “Cem Anos de Solidão” (Gabriel García Márquez), os Estados Unidos ganham a estampa de “O Sol é Para Todos” (Harper Lee), a França é lembrada por “Os Miseráveis” (Victor Hugo) e a Rússia por “Guerra e Paz” (Leon Tolstoi). Para ver o mapa em alta e identificar todos os títulos (em inglês), é só clicar aqui.

 

Muito legal! O melhor é que, por conta do sucesso – e dos protestos gerados por alguns livros eleitos –, Backfoward24 já criou uma nova versão do mapa (acesse aqui). Qualquer um deles é um prato cheio para quem gosta de ler, não é? Eu curti!

 

Livraria francesa encontra jeito divertido e criativo de divulgar livros

sexta-feira, 17 de março de 2017

 

A sexta-feira chegou e, com ela, um inegável ar de descontração toma conta da rotina, não é? Por isso deixei para postar hoje a divertidíssima iniciativa dos funcionários da Librairie Mollat, uma tradicional livraria da França.

 

Durante os momentos de ócio, os membros da equipe começaram a notar como as capas de alguns dos títulos nas prateleiras se encaixavam perfeitamente com suas feições ou os looks que estavam vestindo.

 

Com isso em mente, eles transformaram o tédio em uma oportunidade perfeita para tirar fotos bastante criativas e postar nas redes sociais da loja. Olha só:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Muito interessante ver como as pessoas e os livros se completam, não é? O mais legal, na minha opinião, é a curiosidade gerada pela imagem: dá ou não vontade de descobrir as histórias por trás dessas capas? Bem que essa estratégia podia ser adotada por aqui.