Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘Crianças’

Artista coreana desenha lindos momentos da infância com sua irmã

sábado, 21 de outubro de 2017

 

Ter irmãos é tudo de bom, né? Poder brincar, ter uma companhia para todos os momentos, compartilhar lembranças incríveis, que ficam para a vida toda. E hoje no blog tem uma série de desenhos que vão fazer você ficar de coração quentinho pensando nesse tipo de relação.

 

BTxq2S7gCB3-png__700

Quem produziu essas ilustrações é a artista e designer coreana que usa o nome de Paper Fly. Em seu trabalho, ela gosta de desenhar memórias da infância que viveu ao lado de sua irmã, cenas que posta em seu perfil no Instagram.

 

BQUWzzxg4uh-png__700

Nas imagens, vemos lindas cenas, das duas brincando, desenhando espalhadas pelo chão, interagindo com bichinhos de estimação, observando a chuva e comendo. Lembra bem esse companheirismo que irmãos vivem, de dividir momentos gostosos um ao lado do outro.

 

image-6-59e89162504a2__700

O mais gostoso de olhar para esses desenhos é ver como ser criança é bonito, puro e simples, um momento em que ficar olhando para a natureza ou se jogar em uma brincadeira bastam para a gente ser feliz. É um sentimento que a gente deveria manter a vida toda, não é mesmo?

 

BT_F7NxgA53-png__700

 

(Crédito: Reprodução Instagram @papel_fly07)

 

Cachorrinha que sofreu maus-tratos e tem medo de pessoas faz amizade com bebê

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

 

Bichinhos de estimação são seres sempre prontos para dar amor e fazer companhia a quem quer que esteja por perto. Mas, às vezes, depois de uma história difícil, eles acabam mudando esse comportamento. É o que aconteceu com a cachorrinha Nora, que aparece hoje aqui no blog. Só que, por sorte, Nora ganhou um melhor amigo, o caçula da família que a adotou.

 

Screen Shot 2017-10-20 at 14.32.57

 

Nora sofreu muitos abusos da primeira família com que vivia. Tanto que a cachorrinha hoje morre de medo de pessoas. Então, Elizabeth Spence encontrou Nora em um abrigo, antes mesmo de ter filhos, e decidiu adotá-la. A moça conta que, apesar do jeitinho medroso de Nora, dava para ver que ela tinha uma doçura e delicadeza maravilhosas.

 

Screen Shot 2017-10-20 at 14.33.23

 

Hoje, a família de Elizabeth cresceu: em sua casa, vivem três crianças, três gatos e três cachorros. Mas, com a chegada do caçulinha Archie, Nora realmente se abriu, se aproximando mais do bebê e dando origem a uma linda amizade.

 

Screen Shot 2017-10-20 at 14.33.43

 

Agora, Elizabeth registra as cenas desse convívio em seu perfil no Instagram. Os dois são inseparáveis! Até na hora do banho de Archie, Nora fica esperando no tapetinho do banheiro. Eles tiram sonecas juntos, brincam e são grandes companheiros. Não é um amor?

 

Screen Shot 2017-10-20 at 14.34.02

(Créditos das fotos: Reprodução Instagram @wellettas)

 

Mãe faz ensaio de fotos de bebê com filho adotivo de 13 anos

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

 

Tem coisa mais gostosa que tirar várias fotos do nosso bebezinho? Depois, é uma delícia ver as imagens e ficar lembrando de cada momento. Muitas mamães e papais fazem ensaios especiais para registrar esses primeiros meses de vida da criança. E não pense que é diferente com as mães adotivas, aquelas que geram seus filhos no coração, e recebem em suas vidas crianças mais velhas.

 
Uma mãe americana é prova disso! Kelli Higgins é fotógrafa especialista em ensaios de fotografia de bebês recém-nascidos. Ela e seu marido tinham cinco filhos biológicos quando decidiram adotar mais dois: Latrell e Chanya, de dez e cinco anos. Uma superfamília cheia de amor!

 

Fotos do ensaio de Latrell/ Créditos: Kelli Higgens

Fotos do ensaio de Latrell/ Créditos: Kelli Higgens

 

Kelli contou que, um dia, quando a família jantava e ela comentava sobre umas fotos que tiraria, o filho Latrell falou que gostaria de ter fotos suas de bebê. Então, uma de suas irmãs sugeriu recriar um ensaio de recém-nascido com o garoto – e foi exatamente o que a fotógrafa fez!

 

Nas imagens, Latrell, então com 13 anos, aparece com as mãos apoiando o rosto e enrolado em uma fraldinha, exatamente como se faz com os recém-nascidos nesse tipo de ensaio. As fotos têm um tom engraçado, mas também muito bonito e amoroso. Nos fazem sentir que, não importa a maneira ou o momento em que um filho chega à nossa vida, ele sempre vai ser recebido com todo o nosso carinho. Lindo, não é?

 

 

Artista promove um encontro com suas memórias da infância em série de fotos

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

 

O que você faria se encontrasse com você criança? Parece maluquice, mas um fotógrafo que vive no Canadá usou todos os seus conhecimentos de edição de imagens para fazer esse encontro virar realidade.

 

guy-photoshopping-childhood-photos-conor-nickerson-7-59df0baa3e8ec__880

 
Conor Nickerson ficou tão encantado com suas fotos de criança que juntou as peças de roupa velhas que tinha e se fotografou de um jeito mais ou menos parecido com o das imagens. Depois, ele aplicou sua nova figura às fotos da infância, ao ladinho de sua imagem de criança.

 

 

guy-photoshopping-childhood-photos-conor-nickerson-3-59df0b7fb498e__880

 

A tarefa não foi nada fácil. Conor contou em entrevistas que o maior desafio foi deixar as figuras do passado e do presente de uma cor e de um estilo parecidos. Ele precisou usar vários recursos de programas de edição de imagem para que o resultado ficasse assim: como se ele tivesse reencontrado mesmo a ele criança.

 

 

guy-photoshopping-childhood-photos-conor-nickerson-9-59df0bc00356e__880

 

Além de serem muito bacanas, as fotos trazem um gostinho bom de nostalgia, de lembrar daqueles momentos da infância que nos trazem alegria. Com elas, é como se Conor trouxesse um pouco do espírito da infância, de tanta leveza e esperança, para a sua vida de adulto. Que tal fazer isso por aí também?

 

guy-photoshopping-childhood-photos-conor-nickerson-5-59df0b94da233__880

 

 

“Vovô da UTI” visita hospital há 12 anos e dá colo e amor para bebês

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

 

Hoje o blog traz uma história de amor e solidariedade de encher os olhos. É a história de um senhor que dedica parte de seu tempo para dar amor e carinho a crianças e bebês internados na UTI do hospital infantil Children’s Healthcare de Atlanta, nos Estados Unidos.

 

David Deutchman é voluntário do hospital há 12 anos, desde que se aposentou. Ele é tão querido por ali que até recebeu o apelido de “vovô da UTI”. E, hoje, aparece por lá dois dias por semana: às terças e às quintas.

 

icu-grandpa-1506905842

 

No seu tempo no hospital, David segura os bebês no colo, nina e canta para eles. Nem sempre os pais das crianças conseguem ficar o tempo todo na UTI, então a presença de pessoas como David é muito importante para que os pequenos se sintam amados e amparados nesse momento de internação.

 

As enfermeiras da UTI têm um carinho todo especial por David e dizem que o trabalho que ele faz é fantástico. Com o amor que esse vovô dá para os bebês, além do calor de seu colo, os pequenos podem se recuperar com mais facilidade. Dá uma olhada no vídeo.

O mais lindo é ver como David se sente feliz e realizado com as suas boas ações. Ele fala também que muitas pessoas não entendem como é recompensador segurar e amparar esses bebês. Não é encantador?