Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

Arquivo da Categoria ‘1’

Casal canta os maiores sucessos do pop internacional de 2016 em apenas 3 minutos

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

 

As páginas do calendário de 2016 já estão quase no fim e, como não poderia deixar de ser, a internet está produzindo diversos vídeos para lembrar o melhor do ano. Como já mostrei por aqui, o DJ Earworm criou um mashup condensando os maiores hits dos últimos 12 meses em apenas 4 minutos. Ainda assim, outra homenagem musical ao “ano velho” acabou chamando a minha atenção e, por isso, decidi mostrar por aqui.

 

Nesse novo clipe, o Us the Duo, uma dupla de folk pop formada por Michael e Carissa Alvarado, faz uma linda e cool colagem de 17 sucessos. Entre as entoadas pelo casal estão faixas de Beyoncé, Ariana Grande, Adele, Fifth Harmony, Rihanna e Sia:

 

 

Conseguiu identificar todos os hits? Então o Us the Duo dá aquela tradicional ajuda:

 

Starboy – The Weeknd (ft. Daft Punk)

7 years – Lukas Graham

Cheap Thrills – Sia (ft. Sean Paul)

I Took a Pill in Ibiza – Mike Posner (Seeb Remix)

Work From Home – Fifth Harmony (ft. Ty Dolla $ign)

Cake by the Ocean – DNCE

Stressed Out – Twenty One Pilots

Hold Up – Beyoncé

Side to Side – Ariana Grande (ft. Nicki Minaj)

Send My Love (To Your New Lover) – Adele

This is What You Came For – Calvin Harris ft. Rihanna

One Dance – Drake (ft. WizKid & Kyla)

Work – Rihanna (ft. Drake)

Can’t Stop the Feeling – Justin Timberlake

24K Magic – Bruno Mars

Black Beatles (ft. Gucci Mane) – Rae Sremmurd

Closer – Chainsmokers ft. Halsey

 

O resultado é bastante gostoso de ouvir, não? Além disso, o vídeo dá uma boa ideia de trilha sonora para a festa de Réveillon de quem é fã de música pop. E para você, quais as músicas mais marcantes de 2016?

 

#SbtEmTodoLugar: uma noite para discutir a TV e o mundo digital

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

 

 

Nem preciso dizer o quanto sou ligada ao universo digital, uma vez que estou sempre conectada às redes sociais, além postar aqui no blog e ter um site feminino, o DaquiDali. Por isso foi um prazer imenso ser convidada para fazer parte e ser MC de um encontro espetacular que o SBT proporcionou nessa quinta-feira (24).

 

Só nos últimos 12 meses os vídeos da emissora foram assistidos por 14 bilhões de minutos. Isso é o equivalente a 27 mil anos acompanhando e revendo a programação da TV aberta em plataformas na web! Para se der uma ideia, somando suas diversas publicações, a linda homenagem ao Dia das Mães realizada em 2015 pelo “Programa Eliana” (para relembrar, clique aqui) foi vista mais de 150 milhões de vezes.

 

 

Superintegrado com esse mundo, o SBT conseguiu um encontro inédito entre o vice-presidente da casa, José Roberto Maciel; o vice-presidente do Twitter para a América Latina, Guilherme Ribenboim; o diretor-geral do Facebook Brasil, Marcos Angelini; e o vice-presidente do Google, Fábio Coelho, para discutir como a TV aberta pode estreitar seus laços com a internet.

 

 

E teve muito mais! Na segunda parte, tive a alegria de participar de um bate-papo o diretor de planejamento artístico e criação do SBT, Fernando Pelégio, além de Danilo Gentili e Celso Portiolli sobre como a era digital mudou o cotidiano das personalidades da TV.

 

Quer saber um pouquinho mais sobre o evento? Clique aqui e assista à matéria do Jornal do SBT.

 

A história de amor do homem que, com a ajuda da mulher, se tornou pai de 70 crianças carentes

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

 

O programa especial do Dia dos Pais teve diversos momentos incríveis, mas é impossível deixar passar a história de um homem que abriu as portas da sua casa e de seu coração para 70 filhos.

 

 

Regis Danese, que também é um grande pai, nos contou essa trajetória de amor ao próximo, que começou há 25 anos em Monte Carmelo, Minas Gerais. Na época, Osvaldo passava por dificuldades financeiras e mesmo assim não se negou a ajudar quatro crianças que chegaram até ele com fome. Quando o quinto garoto pediu uma refeição, no entanto, ele não tinha mais comida para partilhar e, ao ver as lágrimas do menino, chorou também.

 

 

Ao lado da mulher, Vera, com quem não pode ter filhos biológicos, se transformou um pai pelo amor: passou a pegar doações com conhecidos e o boca a boca fez rapidamente o número de crianças aumentar. “Eu estou cumprindo a minha missão que é tentar levar alento a esses meninos e meninas que ainda choram. Os sonhos deles são pequenos, eles sonham com o abraço de um pai que muitos deles não têm em casa, sonham com um prato de comida, com uma roupa limpinha e uma cama quentinha”. Esse é seu objetivo com a Associação de Luta Pela Vida, que o deixa tão realizado.

 

 

Por lá, o casal não só garante a alimentação, como também mantém uma biblioteca para o lazer dos pequenos, além do atendimento médico gratuito. “Procurei a felicidade pela vida toda e não sabia onde achá-la. Com 40 anos, com 48, descobri que é impossível ser feliz sozinho. Eu adotei a meninada como meus filhos. Meu amor por eles é amor de pai, amor puro e verdadeiro”, fala.

 

Para ele, a grande satisfação é ver esses meninos, apesar das dificuldades, vencendo pelo amor e não pela dor. E o “Força do Bem”, ao lado dos empresários que participam do quadro, deu mais um impulso em direção à realização desse sonho. Conheça essa linda história:

 

Parte 1

 

Parte 2

 

 

Parte 3

 

 

É uma força que nos inspira, que nos faz crer em nosso país, não é?

 

#ElianaPorTodasElas: denúncia mostra a importância de compartilhar a campanha

segunda-feira, 13 de junho de 2016

 

É dando um passo por vez que a gente constrói uma sociedade mais informada, consciente e justa. Quando me engajei na campanha #ElianaPorTodasElas tinha o propósito de usar o alcance do programa para ajudar as mulheres na luta contra a violência e na luta contra o estupro.

 

Por isso é gratificante saber que a campanha, que foi iniciada em 5 de junho ultrapassou as barreiras das TV, se espalhou pela internet e já deu um pequeno resultado. Em um depoimento emocionante, a mãe de uma garotinha violentada pelo próprio pai conta como o vídeo fez diferença na hora dela denunciar o ex-companheiro à polícia. “Minha filha estava assistindo ao Programa Eliana no domingo. O que foi falado pela Eliana foi que tem que denunciar”, disse, ao contar como ficou sabendo do abuso sofrido pela menina de apenas 7 anos. “Ainda bem que foi falado, porque senão ia tirar a infância dela”. Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo completo:

 

 

Como eu disse, a nossa luta continua. E você pode ajudar compartilhando o vídeo do #ElianaPorTodasElas, apoiando as vítimas e incentivando a denúncia. Juntos podemos muito mais.

Pedras, folhas e gravetos viram esculturas em trabalho de britânico

domingo, 27 de março de 2016

 

land-art-andy-goldsworthy-110

 

E se um escultor, em vez de trabalhar com mármore e ferro, usasse gravetos, folhas e pedras nas suas obras? Pode parecer impossível, mas é esse o foco da criação do britânico Andy Goldsworthy, responsável pelas lindas instalações que você vê nessas fotos.

 

land-art-andy-goldsworthy-810

 

Andy usa basicamente qualquer tipo de material que encontra no campo. E isso tem uma razão: o artista cresceu trabalhando em fazendas, sempre em contato com a natureza.

 

land-art-andy-goldsworthy-210

 

Aliás, o contato com os materiais naturais é grande parte do seu trabalho. Afinal, uma das partes mais importantes é escolher direitinho a matéria-prima para suas obras. Ele conta que é mais ou menos como colher batatas.

 

land-art-andy-goldsworthy-310

 

As criações de Andy nos lembram o quanto a natureza pode ser efêmera e transitória, mostrando a fragilidade do próprio planeta Terra. Mas, para o artista, mesmo com um caráter temporário, suas obras ficam inscritas na história desses locais. Lindo, não?