Daqui Dali

Um pouco do mundo, um mundo de coisas. Da vida, da sua e da minha. DAQUI E DALI.

slug; ?>

Fotógrafo brinca com o imaginário ao mostrar bailarinas em situações comuns

 

 

Você já ouviu “Ciranda da Bailarina”, música do Chico Buarque que brinca com a perfeição que essas profissionais exalam? É aquela que diz assim “Procurando bem todo mundo tem pereba, marca de bexiga ou vacina e tem piriri, tem lombriga, tem ameba. Só a bailarina que não tem”.

 

 

Pois é, depois de se encantar com a mistura de força, leveza e precisão que essa figura apresenta no palco, fica até difícil de imaginá-la em situações comuns. Esse é o grande charme do trabalho fotógrafo David Perkins: colocar bailarinas e bailarinos em momentos do dia a dia, mas sem deixar de exaltar a elasticidade e a destreza deles.

 

 

Ele brinca com o imaginário que envolve esses profissionais ao clica-los dentro de casa, mas em posições típicas da dança. “Sem luzes, sem estúdio. Sem cabelo e maquiagem produzidos. Apenas dançarinos sendo eles mesmos… bom, quase isso”, explica Perkins.

 

 

Tags: , ,