Foto: NeonShot/ Thinkstock
Beleza Cabelos

Mude o visual com beleza e segurança! Sete dicas de coloração especiais para os cabelos cacheados e crespos

A coloração é uma ótima pedida para inovar no visual e dar mais charme aos cabelos, no entanto, nos cacheados e crespos é preciso tomar alguns cuidados para que a nova cor fique incrível e não prejudique a saúde dos seus fios. Descubra o que você deve levar em conta antes da visita ao salão.

+ GUIA DO RECÉM-NASCIDO: TODAS AS DICAS PARA A PRIMEIRA SEMANA COM O SEU BEBÊ

+ CINCO DICAS PARA RECUPERAR AS SOBRANCELHAS QUE FORAM RETIRADAS EM EXCESSO

+ SEIS MITOS E VERDADES SOBRE A HIDRATAÇÃO DOS CABELOS QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

Aposte em dois ou três tons acima ou abaixo do natural

Ficar até três tons para cima ou para baixo ajuda na saúde dos fios. Foto: RobertoDavid/iStock

Um dos pontos mais importantes é evitar as mudanças drásticas, que podem levar ao ressecamento excessivo e até a uma perda dos cachos. “Quando o cabelo passa por um clareamento acontece o afinamento da cutícula, e isso pode fazer com que os cachos percam um pouco a sua forma e fiquem mais espetados. Ao trabalhar com dois ou três tons abaixo não existe uma mudança brusca o suficiente para mudar muito a estrutura, então é mais seguro e mais saudável. Além disso, os crespos e cacheados são naturalmente mais secos, então você evita maiores danos”, explica a hairstylist Neiva Pena, especializada em cachos.

Escolha a coloração certa

Essa escolha também é muito importante para esse tipo de fio, então vale levar em conta. “Os tonalizantes são bem mais leves, então vão prejudicar menos a saúde dos cabelos. No entanto, as permanentes podem ser utilizadas se formos fazer o tom sobre tom ou chegar a um loiro natural. Tintas que clareiam demais e chegam aos loiros mais claros podem ressecar muito e não são as melhores opções”, esclarece.

As técnicas ideais

Ombré é uma boa pedida para crespos e cacheados. Foto: Anchiy/iStock

Diferente do que acontece com os lisos, a coloração global não fica tão chapada nos cacheados – uma vez que a própria forma das madeixas ajuda a criar profundidade e um efeito bonito. “Elas podem ser usadas sem problema e ficam bonitas. As mechas também são uma ótima opção porque valorizam a forma e ficam muito bonitas. Podemos optar pelo ombré ou pelas iluminações com mechas medias, porque as muito fininhas não encaixam bem no cacho e podem ficar estranhas. A dica é que o trabalho seja bem manual e desenhado de acordo com o formato desse cacho para te dar um efeito bacana”, indica.

Prepare o seu cabelo

Já sabe quando vai pintar? Então uma semana antes invista em um bom tratamento para preparar os seus fios para a química. “É interessante fazer um tratamento com máscaras reconstrutoras com aminoácidos e queratina na fórmula. Isso vai repor a massa capilar e vai te dar mais corpo para que o afinamento da cutícula seja menor durante o procedimento e ele fique mais forte para permanecer bonito e o menos ressecado possível”, aponta.

Proteção extra

Produtos próprios para proteção na coloração ajudam a minimizar danos. Foto: ra3rn/iStock

Mesmo que você vá colorir os fios em casa é possível reduzir muito os danos com a ajuda de um produtinho especial, o anti-dano para coloração. “Chamado de plex, ele existe em diversas marcas e é próprio para misturar à tintura para minimizar os danos que o produto causa no cabelo. Por ser uma fórmula própria para essa combinação ele é seguro e ajuda bastante, facilitando os cuidados que você precisará ter mais tarde. No salão, você pode pedir pelo produto para que o profissional acrescente”, revela.

Seja sincera!

Já fez algum tipo de procedimento químico antes? Então o melhor é ser 100% sincera com o seu profissional. “Sempre diga tudo o que foi feito nesse cabelo nos últimos anos, porque os crespos e cacheados são muito mais sensíveis aos danos que os demais tipos de fios e isso pode te colocar em risco. Se o profissional te disser que não é possível chegar ao tom desejado por conta do seu histórico, o melhor é respeitar isso e elaborarem juntos uma opção bacana e saudável”, alerta.

Foto: SanneBerg/ Thinkstock

Invista em manutenção

Não importa a cor escolhida, a verdade é que todo fio colorido precisa de cuidados: “O cabelo cacheado e o crespo tendem a perder a cor mais rápido porque as mulheres acabam molhando mais os fios para reativar os cachos e controlar volume, além de usar bastante produtos. Podemos lançar mão de máscaras reativadoras de cor e também dos matizantes, no caso dos loiros. Pergunte ao profissional qual o tempo de manutenção e como você deve cuidar em casa para não ter problemas”.

Advertisement

Enquetes

enquete

Que problema da pele do rosto mais te incomoda?

Carregando ... Carregando ...