shumskaya/iStock
Beleza Cabelos

Sem retoque: quatro técnicas de coloração que requerem pouca manutenção

Muitas mulheres acabam deixando de lado a vontade de mudar de visual pelo medo de virarem escravas do salão, especialmente quando o assunto é tintura. No entanto, se você está neste time, pode ficar tranquila: algumas técnicas permitem iluminar e dar mais charme aos cabelos sem a necessidade de retoques frequentes.

+ MAIS LINDA! SOLUCIONE TRÊS PROBLEMAS COMUNS DA PELE NO INVERNO

+ CINCO DICAS DOS STYLISTS DAS FAMOSAS PARA ESTAR SEMPRE BEM VESTIDA

+ OS EFEITOS DE CADA FREQUÊNCIA DE LAVAGEM DOS CABELOS E COMO CONTORNAR OS DANOS

Ombré

JANIFEST/iStock

O ombré é uma das técnicas mais famosas e práticas para quem não quer ficar refazendo raiz, isso porque foca principalmente em meio e pontas. “Você pode ficar despreocupada, porque os retoques são bem esporádicos se não tiver que fazer cobertura de fios brancos, por exemplo. A média é de uma ou duas manutenções por ano para puxar novamente a cor mais para o topo (mas ainda assim longe da raiz) ou para corrigir alguma possível mudança na cor por conta do sol ou de piscina. Dá um grande descanso para o cabelo”, explica o hairstylist e visagista Wagner Macedo.

Casco de tartaruga ou degradê

shumskaya/iStock

Quer um cabelo bem iluminado, mas que ainda te deixe natural? Então o casco de tartaruga – ou o efeito degradê – é seu grande aliado. “É uma coloração feita com a mescla de dois ou três tons para dar esse efeito de profundidade. A mecha mais clara (geralmente, são usados tons como o caramelo e o mel para as morenas) pode precisar ser reavivada de tempos em tempos, mas as demais são muito duráveis e quase sem retoque por preservarem a raiz, vai mesmo da sua vontade de refazer. Também é bacana por ter menos danos, porque você pode fazer sem descolorir, clareando direto com a coloração”, indica.

Tom sobre tom

VladimirFLoyd/iStock

Outra opção para quem quer um toque de novidade, mas de maneira discreta e prática, é optar pelo tom sobre tom, que faz pequenas mechas um pouco mais claras que o seu cabelo natural como se ele tivesse queimado com o sol. “Ele não precisa ser feito com coloração convencional, porque vamos deixar um ou dois tons abaixo, da maneira mais natural possível. Por ser muito próxima à cor da sua base, você não precisa dos retoques porque o próprio desbotamento te dá um efeito bem bacana. Podemos optar ainda por fazer com coloração à base de óleo, e não de amônia, que ajuda a tratar ao mesmo tempo em que clareia – um produto que realmente é capaz de colorir, mas com mais zelo e sem afinar o fio como acontece com as versões tradicionais”, esclarece.

Pontos de luz

teksomolika/iStock

E que tal entrar na onda do contorno para os fios? Ao contrário do que muita gente imagina, ele não precisa começar desde o topo da cabeça – e quem ganha com isso é você: “Eles iluminam pontos muito específicos do cabelo para enfatizar as características mais positivas do seu rosto, em um efeito bonito e que pode ser feito na nuance que você escolher. Claro que as cobre e vermelhas vão durar menos e pedir retoques, mas as demais ficam naturais e você só precisa de uma ou duas manutenções anuais. Esse tipo de técnica é feito especificamente para cada mulher, de acordo com suas características de face, textura do fio e como ela usa no dia a dia”.

Advertisement

Enquetes

enquete

Quais dicas você quer ver nesta primavera?

Carregando ... Carregando ...