gawriloff/iStock
Beleza Unhas

Seis erros que você precisa parar de cometer para ter unhas bonitas e fortes

Unhas bonitas vão muito além da esmaltação perfeita, é preciso cuidar também da saúde para que elas sejam resistentes. E muitas vezes as verdadeiras culpadas por transtornos como lascas e quebras são atitudes do dia a dia que parecem inocentes. Desvende seis pequenos vilões que você precisa deixar de lado já.

+ Quatro modelos de vestidos que são curingas e nunca saem de moda

+ Além do suco verde! Opções saudáveis e saborosas te ajudam a cuidar da silhueta

+ Acabe com a vergonha! Seis detalhes que você não deve esconder do ginecologista

Puxar a pele e remover a cutícula

Você tem mania de puxar as pelinhas em voltas das unhas? Acredite, isso só acontece porque você comete um outro erro grave: remover as cutículas. “Pode gerar infecções e até facilitar a proliferação de fungos e micoses, porque elas são as proteções das unhas. O que causa as pelinhas é exatamente a remoção excessiva, então procure hidratar ao invés de recorrer a esse procedimento. E se for tirar um pouco tome o cuidado de usar luvas quando manusear produtos químicos como sabão ou detergentes”, explica a manicure Rosangela Fernandes, da Esmalteria Nacional.

Remover a esmaltação em gel

Esmaltação em gel deve ser removida por profissionais. Foto: thinkstock
Esmaltação em gel deve ser removida por profissionais. Foto: thinkstock

O esmalte em gel é um grande aliado de quem não tem tempo de refazer a esmaltação com frequência, mas nada de tentar retirá-lo em casa. “Isso pode ser um grande problema, porque ele adere muito às unhas e ao tentar tirar você pode levar junto as camadas de queratina que as protegem, o que causará aberturas excessivas e quebra. Tem que ir no profissional para amolecer e remover corretamente”, indica.

Não hidratar

As unhas precisam de hidratação para se manterem bonitas e saudáveis, e a maneira correta vai depender do seu comportamento diário com elas: “Se você não está com as suas sempre esmaltadas e costuma usar hidratantes para o corpo e mãos pode só massagear bem unhas e cutículas sempre que utilizá-los, porque esses produtos contêm vitaminas que vão reforçar e trazer benefícios. Para quem nunca fica sem esmalte o indicado é deixar as unhas livres na noite anterior à próxima esmaltação e usar azeite de oliva ou um creme próprio para cutículas, que são mais fortes”.

Pular a base

Base protege as unhas da pigmentação do esmalte. Foto: humonia/iStock
Base protege as unhas da pigmentação do esmalte. Foto: humonia/iStock

Você costuma pular a base? Além de ajudar na durabilidade, esse item também é considerado indispensável. “É um erro e muito comum. Depois de passar a lixa polidora a gordura e oleosidade são removidas e você fica com as unhas sem proteção contra o pigmento do esmalte. A base entra no lugar dessa proteção natural que é retirada e ainda ajusta para aumentar a duração da tinta. Você pode escolher uma com finalidades mais específicas, como vitaminas e para fortalecimento, que funcionam muito bem”, aponta.

Usar acetona

Muitas mulheres preferem a acetona por acharem que ela retira o esmalte com mais agilidade, mas é exatamente isso que pode ser prejudicial. “Os removedores tiram muito bem a cor e muitas vezes contêm óleos, que ajudam a cuidar melhor das suas unhas. A acetona é pesada demais e tende a esbranquiçar e ressecar, dois fatores que geram enfraquecimento”, alerta.

Levar demais as mãos à boca

Mesmo que você não roa unhas, o simples hábito de levar as mãos demais à boca já é um transtorno, e deve ser evitado. “A saliva é ácida e se você coloca muito as unhas em contato com ela pode ter problemas de crescimento. Elas enfraquecem e quebram mais facilmente”, conta.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...