Thinkstock
Beleza Cabelos

Descubra 100 anos de tendências de coloração em menos de cinco minutos

Se hoje você tem uma série de opções de coloração para mudar os cabelos de acordo com a personalidade, no passado as mulheres que queriam transformar o visual precisavam embarcar nas cores que a tecnologia da época permitia – o que fazia com que elas se transformassem em verdadeiros hits. O site “Allure” te leva a uma visita ao passado para descobrir o que foi tendência nos últimos 100 anos em um vídeo com menos de cinco minutos.

+ MAIS LINDA! SOLUCIONE TRÊS PROBLEMAS COMUNS DA PELE NO INVERNO

+ TRÊS FINALIZAÇÕES PARA FAZER COM A AJUDA DO MODELADOR DE CACHOS

+ LIVRE-SE DE SEIS PROBLEMAS E ACERTE EM CHEIO NOS LOOKS DE TRABALHO

Reprodução

O preto bem escuro, conhecido como petróleo, era o favorito em 1920, impulsionado principalmente pela atriz Louise Brooks. No entanto, a maioria das mulheres precisava tingir os cabelos em segredo, porque isso era considerado um tabu.

Reprodução

O termo “loiro platinado” surgiu na década seguinte, 1930, usado para descrever o loiro claríssimo e frio da atriz Jean Harlow. Foi um verdadeiro sucesso!

Reprodução

A Segunda Guerra Mundial dificultou a produção e comercialização de produtos que não fossem necessários para a segurança dos países, trazendo de volta os cabelos naturais nos anos 1940. Ava Gardner e Katharine Hepburn, os dois maiores ícones de moda da época, sustentavam madeixas castanhas que logo viraram sonho de consumo.

Reprodução

Na década seguinte, o sucesso de Marilyn Monroe fez com que o loiro platinado voltasse aos holofotes, especialmente junto do corte chanel finalizado com cachos bem sensuais.

Reprodução

1950 também foi o ano do surgimento dos sprays coloridos, que permitiam que elas passassem do platinado ao vermelho vibrante que fazia sucesso nos filmes de Hollywood.

Reprodução

As luzes suaves de Audrey Hepburn no filme “Bonequinha de Luxo” popularizaram a técnica em 1960, que foi adotada tanto pelas loiras quanto pelas morenas. O sucesso foi tanto que lançaram o primeiro kit de luzes caseiro da história.

Reprodução

Já em 1970, o hit mesmo era tingir apenas as pontinhas em tons mais claros para criar a sensação de queimado de sol – um recurso muito utilizado até hoje.

Reprodução

1980 foi a época de ousar na beleza, tanto na maquiagem, quanto nos fios. O punk rock fez com que muitas desafiassem as convenções e partissem para os fios coloridos e vibrantes, como o verde, azul e pink.

Reprodução

Foi nesta mesma década que Madonna popularizou as raízes sem retoque combinadas com meio e comprimento loiros claríssimos.

Reprodução

As luzes fininhas e bem marcadas (que hoje são sinônimo de cabelo datado) também já tiveram seus dias de glória, e é bem provável que você tenha investido nelas na década de 1990.

Reprodução

O início dos anos 2000 trouxe uma das técnicas mais populares para iluminar os fios até os dias atuais: o ombré, que vai clareando gradualmente as madeixas até chegar em pontas bem mais claras que o topo.  Assista ao vídeo completo abaixo:

 

 

Advertisement

Enquetes

enquete

Que problema da pele do rosto mais te incomoda?

Carregando ... Carregando ...