Saiba quando você pode começar a usar cremes anti-idade
Beleza

Qual é a hora certa para começar a usar creme anti-idade?

Brigar com o espelho é uma batalha travada diariamente na vida da mulher. Acertar as medidas, cuidar do cabelo, fazer as unhas… Nesta lista de itens de beleza, a pele pode ganhar destaque, já que ela é o cartão de visita de qualquer pessoa. Entre os inúmeros produtos disponíveis no mercado, os cremes anti-idade são prioridade quando o assunto é ficar mais jovem. Mas qual é a hora certa para começar a investir nesses rejuvenescedores?

+ Alternativas para o rejuvenescimento facial sem intervenção cirúrgica

Segundo Ana Paula da Silva Urzedo, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o ideal para não ter rugas e problemas de envelhecimento é começar a prevenção desde criança. Pouco sol e o uso de protetor solar diariamente são medidas indispensáveis para ter uma pele saudável.

Porém, com o passar dos anos, as marcas começam a aparecer. “O melhor é que comecemos a usar os cremes anti-idade por volta dos 25 anos, quando aparecem os primeiros sinais”, afirma Ana Paula. Nessa época da vida, o tratamento é feito com produtos alfa hidroxiácidos, que removem as células mais velhas e estimulam a produção de colágeno. O creme pode ser associado ao uso do protetor solar durante o dia, ou aplicado apenas durante a noite. O consumo de vitamina C também é bastante indicado para as mais jovens. “Não são tratamentos muito fortes, pois as meninas dessa idade ainda tem a pele firme. Caso a paciente tenha problemas de acnes usamos medicamentos que cuidem disso e ao mesmo tempo realizem o rejuvenescimento cutâneo”, explica.

Para pacientes entre os 30 e 40 anos, os produtos mais indicados são os que possuem tretinoína e vitamina C (acima de 10 %) na sua formulação, porque dão um estímulo ainda melhor à pele, com ação hidratante e eficácia na produção de colágeno. “Nessa faixa etária as pacientes começam a ter manchas na pele, decorrentes da exposição solar e esses produtos ajudam a diminuir as marcas”, alerta a dermatologista.

Mulheres com idade mais avançada, na época da menopausa, podem optar por um combinado dos ácidos (como o hialurônico ou à base de pro-xylane), clareadores e produtos hidratantes. “Eles dão um efeito de preenchimento da ruga, como um primer”, explica Ana Paula. Mas, assim como os tensores, esses são produtos com “efeito Cinderela”, ou seja, saem na primeira lavada.

A dermatologista conta que em casos mais graves são usadas cápsulas com proteína, silício e vitamina E, associadas ao uso do creme para auxiliar na diminuição de radicais livres, que são os responsáveis por degradar o colágeno da pele.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...