nd3000/iStock
Amor & Sexo

Seu parceiro e sua família não se entendem? Veja dicas da especialista e saiba o que fazer

Quando você tem um companheiro, um namorado ou um marido, querer que ele e sua família se deem bem é o mínimo. Mas muita gente não tem esse privilégio básico e, para ajudar essas pessoas, o DaquiDali pediu a orientação da psicóloga Adriana Severine, especialista em terapia sexual, terapia cognitiva comportamental, psicodrama, coaching e mentoring. A seguir, ela dá dicas fundamentais para você tentar resolver e lidar da melhor forma possível com essa situação tão delicada.

+ S.O.S. DO RELACIONAMENTO: VEJA PROBLEMAS MAIS COMUNS E COMO RESOLVÊ-LOS

+ CINCO PEQUENOS HÁBITOS QUE MELHORAM O RELACIONAMENTO E RESGATAM O ROMANCE

+ TERMINOU UM RELACIONAMENTO? SAIBA O QUE FAZER PARA SE SENTIR MARAVILHOSA DE NOVO

Converse com seus parentes

O primeiro passo é tentar entender por que sua família não gosta do seu companheiro. “Principalmente seus pais. Ouça o que eles veem de ruim nele e tente avaliar se não há um fundo de verdade, para, de repente, ficar de olhos mais atentos, afinal, pressupõe-se que seus pais querem seu bem. Caso seja só implicância, comece a se aproximar aos pouquinhos”, orienta a psicóloga.

É preciso estar aberta ao que o parceiro tem a dizer para compreender o conflito. Foto: Anetlanda/iStock

Converse com seu parceiro

Isso é fundamental para compreender se ele tem alguma dificuldade com sua família. Explique que você ama sua família e que não quer se afastar dele, mas saiba também o que ele pensa, como ele vê cada uma das pessoas. De repente, se for o caso, aos pouquinhos, vá dando toques para que ele fale mais com fulano, converse mais com beltrano sobre determinado assunto (você pode dar essas dicas). Assim, ele pode fazer uma aproximação através de algo que é do interesse dos demais, e vai se sentir mais integrado. Chegar de mansinho, mesmo que ele seja mais extrovertido (o que, aliás, pode passar uma imagem de que quer aparecer), tem muito mais chances de dar certo”, diz a psicóloga.

Não fale mal dele

Esse é a primeira regra quando a família não gosta do seu parceiro. “Se, em alguma ocasião, você e ele brigaram, é comum procurar um ente querido para desabafar (o que pode vir em forma de queixa motivada pela raiva), como a mãe, uma irmã etc. Só que isso apenas reforça a má impressão que seus parentes têm dele. Naturalmente, comente um atitude, um hábito, um valor que ele tenha ou como você se sente com ele, os planos que têm juntos”, ressalta Adriana.

Tentar passar uma imagem do parceiro como super-herói também não é algo bem-recebido pela família. Foto: alphaspirit/iStock

Mas também não “pinte ele de ouro”

Uma segunda dica muito importante é não tentar forçar, mostrando todas as qualidades que ele tem. “Em uma conversa natural, você pode ir soltando algo legal e diferente que ele tenha feito, e nesse contexto ir revelando algumas qualidades dele, sutilmente, sem enfatizar ‘o fulano é isso de bom, é aquilo de maravilhoso’ etc. Um ótimo exemplo disso está na novela ‘A Força do Querer’: quanto mais Bibi (Juliana Paes) queria mostrar para a mãe, Aurora (Elisângela), que Rubinho era um bom homem menos qualidades a progenitora conseguia ver nele”, destaca Adriana.

Advertisement

Enquetes

enquete

Que esmalte é o seu queridinho da estação?

Carregando ... Carregando ...