Foto: AndreyPopov/iStock
Amor & Sexo

S.O.S. do relacionamento: veja problemas mais comuns e como resolvê-los

Existem diversos motivos pesados que podem afundar um relacionamento. Por outro lado, alguns comportamentos simples do dia a dia, que podem passar despercebidos, também são capazes de minar esse terreno afetivo. Descubra quais são e, claro, como passar bem longe deles!

+ FIQUE ATENTA! RECONHEÇA AS SITUAÇÕES MACHISTAS QUE TE PREJUDICAM NO RELACIONAMENTO

+ CIÊNCIA DO AMOR: SEIS SINAIS DE QUE O SEU RELACIONAMENTO ESTÁ EM CRISE

+ APIMENTE O RELACIONAMENTO À DISTÂNCIA COM TRUQUES ESPERTOS

Invasão de privacidade

Esqueça essa história de que os dois são um. É superimportante preservar a individualidade, para s saúde e o bem-estar pessoal e do casal. “Atualmente, com o avanço da tecnologia, as pessoas estão invadindo muito a privacidade de seus companheiros. Fazem de tudo para descobrir as senhas de Facebook, Instagram, WhatsApp, celular, e depois disso gastam um bom tempo tentando descobrir algo que seu companheiro possa ter feito de errado”, diz a psicóloga Adriana Severine, especialista em terapia sexual, terapia cognitiva e comportamental.

Como resolver essa situação
Segundo a profissional, “confiança é como fé, ou temos ou não temos. Aí cabe a cada um estar com alguém em quem confia para não ter a necessidade de invadir a privacidade da pessoa. Se você perceber que está agindo dessa forma, o melhor é entender o porquê da dúvida. Será que vale passar toda essa angústia e permanecer no relacionamento? Se você chegar à conclusão de que sim, então é melhor ser honesta e avisar seu companheiro que você tem todas as senhas (caso ele não saiba) e pedir para mudar. Privacidade é direito de todos”.

Ser ciumenta demais é sinal de que o problema pode estar em você, que anda insegura. E pode ser uma bomba para a relação. Foto: AntonioGuillem/iStock

Ter excesso de ciúmes

É mais um questão que está diretamente ligada à capacidade de confiar, e a especialista destaca que também envolve sua autoestima. “Preciso acreditar que sou uma pessoa que desperta amor, e se o outro está comigo é porque pode me amar. Então por que tanto ciúmes e desconfiança?”.

Como resolver essa situação
Se você acha que seu ciúmes é exagerado (é fundamental ser sensata), “o ideal é buscar terapia para entender de onde vem tanta insegurança. Ciúmes em demasia não se resolve sozinho, é necessário ajuda para entender e conseguir superar. Lembre-se de que ele não é excesso de amor pela outra pessoa, e sim por falta de autoestima”, diz Adriana.

Tentar provocar ciúmes

Olha, se ser ciumenta já é algo complicado, tentar provocar ciúmes é pior ainda. “É um característica de quem se sente insegura. O tiro pode sair pela culatra, pois, se o seu companheiro for uma pessoa segura, ele com certeza pode perceber a situação e até chegar a terminar com você. Então, antes de tentar criar uma situação dessa natureza, pense no quanto você pode prejudicar o seu relacionamento. Dica: ciúmes nunca é um sentimento bom”, alerta Severine.

Como resolver isso
De acordo com a expert, “a melhor atitude nesse momento é entender porque você teve esse desejo de causar ciúmes e resolver a situação de forma madura, conversando com seu companheiro. O diálogo é a melhor saída em todas as situações, mas para isso é necessário maturidade que permita agir de forma tranquila e serena durante a conversa”.

Pensar que tem o poder de mudar o jeito do outro é perigosíssimo para a saúde de qualquer relacionamento. Foto: Voyagerix/iStock

Achar que pode mudar o outro

Isso pode acabar com o relacionamento! “Ninguém muda ninguém, a mudança ocorre quando percebemos que é necessário fazê-la”, lembra a terapeuta. Para começar, a orientação é: “Jamais inicie um relacionamento com a expectativa de querer mudar a outra pessoa. E esse é um comportamento mais comum entre as mulheres. Por exemplo, no início do namoro, acreditam que aquele joguinho de futebol com os amigos que ele ama e que você não gosta, com o caminhar do relacionamento, deixará de acontecer. Ledo engano”.

Como resolver essa situação
Se ele tem práticas de que você não gosta, é necessário pensar muito bem o quanto isso te afeta, “porque, com o tempo e a intimidade cada vez maior, a tendência é piorar. Começamos a demonstrar cada vez mais quem somos. Nesse caso, ou você se adapta e compreende, ou o relacionamento estará fadado à frustração. As pessoas já têm suas personalidades definidas quando iniciam um relacionamento, e personalidade e gostos se aprimoram, mas só mudam se o indivíduo achar necessário. Então, sendo muito pragmática, ou você gosta daquilo que vê no seu parceiro ou é melhor partir para outra, porque é bem difícil alguém mudar pela vontade do outro”, diz a profissional.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual assunto você mais gosta de ver na newsletter do DaquiDali?

Carregando ... Carregando ...