g-stockstudio/iStock
Amor & Sexo Amor & Sexo

Cinco erros comuns no início de namoro que podem atrapalhar a relação no futuro

Começo de relacionamento costuma ser marcado por muito romance e aquele friozinho na barriga que é tudo de bom, no entanto, a paixão – combinada com a sensação de novidade e até insegurança – pode levar a cometer erros que vão se refletir na vida a dois por muito tempo. Descubra quais você deve riscar desde o início para ser mais feliz no amor.

+ ESPECIAL NOIVAS: DESCUBRA OS MODELOS DE VESTIDO IDEAIS DE ACORDO COM O SEU SIGNO

+ QUATRO DICAS PARA USAR O JEANS NO TRABALHO COM MUITO ESTILO (E SEM PASSAR CALOR!)

+ NÃO CAIA NESSA! CINCO FANTASIAS DOS FILMES ROMÂNTICOS QUE PODEM SABOTAR A SUA RELAÇÃO

Mentiras e ocultações

Mentira tem pernas curtas e atrapalha os relacionamentos mais tarde. Foto: bowie15/iStock

Tudo bem não querer entregar detalhes do seu passado logo de cara, mas também é bom tentar jogar limpo e deixar as mentiras (que podem te assombrar mais tarde) de fora. “Mesmo que você não consiga tocar ou não queira tocar em algum assunto naquele momento é melhor dizer isso para o outro e manter a verdade. O que percebemos é que muitos conflitos vem de mentiras lá do início ou das pessoas tentarem mostrar algo que não são – o que também é mentir. Uma hora toda máscara cai e isso pode ser muito ruim. Autenticidade é algo que deve existir do início ao final de uma relação”, explica a psicóloga e sexóloga Priscilla Junqueira.

Se afastar do mundo

É normal que no início vocês queiram se ver quase que o tempo todo e criem um certo “grude”, porém, acredite, é melhor evitar ficar muito trancada apenas no namoro. “Nós temos aqui o problema da perda da individualidade, que é extremamente importante para manter a saúde emocional deste casal. Tente trazer isso de ter uma vida social na relação desde o início, tentando estipular um tempinho para que vocês consigam equilibrar o tempo para o casal, para a família e amigos e para suas atividades individuais. É muito mais fácil colocar essa ‘regrinha’ desde o começo do que tentar retomar esses pontos da vida mais para frente, quando o outro pode acabar entendendo o ‘afastamento’ como uma perda do romance ou pensar que a relação mudou”, indica.

Viver apenas o círculo social dele

Se dar bem com os amigos dele é ótimo, mas não se esqueça dos seus. Foto: aerogondo/iStock

Nada mais gostoso do que se sentir bem ao lado das pessoas que são importantes para o par, só que esse movimento deve acontecer dos dois lados. “É bastante perigoso para a relação porque novamente te leva à perda da individualidade e você acaba só seguindo o desejo do outro e não o seu próprio. Isso vira uma dificuldade para as duas partes, porque o que está só com os amigos do outro sente solidão com o passar do tempo, e o que é seguido acaba tendo uma grande responsabilidade, perde seu tempo sozinho com os próprios amigos e pode até não reconhecer mais o outro”, alerta. Portanto, tente manter a balança equilibrada: ele com seus amigos e você com os dele, e sem se esquecer daqueles dias de cada um com o seu grupo.

Aceitar o ciúme

Ele te pede para mudar de roupa e você muda, ou para que não vá a algum lugar com os amigos e você realmente não vai? Cuidado, pois você pode estar criando um costume difícil de romper mais tarde. “É importantíssimo estabelecer os limites e impor que você vai e não vai aceitar. O ciúme não está no outro, está no próprio ciumento, então não adianta mudar para agradar. Isso é perigoso para ambos, porque a pessoa que está sob o ciúme deixa de lado sua sua personalidade, e ciumento pode acabar vendo mais tarde que está com uma pessoa totalmente diferente daquela pela qual se apaixonou”, esclarece.

Aliás, esse sentimento negativo tem outro ponto importante: é preciso entender se aquilo é só uma insegurança de início de relação ou algo que vai te acompanhar como um fantasma por todo o tempo. “O ciúme patológico é muito complicado e pode evoluir para uma série de violências e agressões, então precisa estar atenta desde os primeiros contatos. Geralmente, essa pessoa não tem ciúmes só em uma ou outra situação específica, não consegue deixar para lá e sente ciúmes de várias pessoas situações, da sua roupa à convivência com a sua família’, adverte.

Fazer planos demais

A maioria das pessoas entra em uma relação para que ela seja duradoura, no entanto, criar um mundo de expectativas pode ser bem ruim: “Fantasiar muito e criar aquele mundo paralelo de expectativas de casamento, família ou milhões de planos em cima de alguém que você nem conhece direito é um erro muito comum e enorme – e muitas pessoas acabam vivendo nisso que elas querem do outro e não no que realmente é por bastante tempo. Você tem que entender porque essa necessidade tão grande desse alguém e tentar relaxar, porque esperar demais é receita para frustração”.

Advertisement

Enquetes

enquete

Que esmalte é o seu queridinho da estação?

Carregando ... Carregando ...