andrej_k/iStock
Amor & Sexo Amor & Sexo Amor & Sexo

Ciência do amor: seis sinais de que o seu relacionamento está em crise

O DaquiDali já te contou que a linguagem corporal pode te dar pistas sobre os mais variados temas, desde a mentira até a conquista, e o mesmo se prova verdade quando o assunto é relacionamento em crise: gestos e detalhes feitos de maneira inconsciente – como que por puro instinto – são grandes pistas de que algo não vai bem na vida a dois.

+ Para arrasar! Seis regrinhas de ouro para um esfumado perfeito

+ Quatro mechas das famosas que são tendência para a temporada de frio

+ Seis movimentos que você faz sem perceber e que são muito sensuais

“Temos dois tipos de crises de relacionamento, um é o afastamento por motivos diversos e outro é a dependência psicológica de querer estar grudado o tempo todo. Os dois representam problemas e é preciso estar atento”, explica João Oliveira, mestre em Cognição e Linguagem pela UENF e  co-autor do livro “Análise Comportamental: Relacionamento em Crise – Sinais da Crise e Soluções”, junto com BEATRIZ ACAMPORA.

“Esconder” o par nas redes sociais

Fazer questão de só tirar fotos sozinhos indica problemas. Foto: Elena Elisseeva/Hemera
Fazer questão de só tirar fotos sozinhos indica problemas. Foto: Elena Elisseeva/Hemera

Você já notou que nunca está com seu parceiro nas fotos publicadas nas redes sociais? Então vale analisar o motivo. “Você pode perceber que as pessoas que não estão bem tiram foto sozinhas mesmo quando estão viajando juntas. Uma pede para que o outro elemento da relação faça a imagem e faz questão de sempre fazer isso. Quando olhamos o perfil da pessoa parece que ela nem é casada, você precisa investigar para saber que ela está em um relacionamento. Isso demonstra que falta unidade entre o casal”, conta.

O jeito de dormir

Dormir agarrado mesmo após anos de relacionamento pode indicar dependência. Foto: Jupiterimages/Goodshot
Dormir agarrado mesmo após anos de relacionamento pode indicar dependência. Foto: Jupiterimages/Goodshot

Ao contrário do que muita gente acredita, dormir de costas para o outro não é sinal de que algo não vai bem, às vezes é exatamente o oposto que deve causar preocupação: “Se eles dormem de costas isso pode mostrar que possuem uma vida ativa e que são independentes, existe confiança. Já se o casal está junto há anos e ainda dorme de conchinha pode indicar um problema. Como não é uma posição confortável, ela é mais comum no início da relação, e com o passar dos anos vai mostrando uma dependência psicológica de uma das partes e que existe algo de muito errado ali”.

Ele sempre anda na sua frente

Instinto de proteção faz com que o homem te coloque à frente ao caminhar. Foto: Wavebreakmedia/iStock
Instinto de proteção faz com que o homem te coloque à frente ao caminhar. Foto: Wavebreakmedia/iStock

Talvez você nunca tenha percebido, mas é muito comum aos casais que o homem fique atrás da companheira, como se a estivesse escoltando, ao entrar em um restaurante, um bar ou um ambiente qualquer que não frequente muito. Se isso parou de acontecer, algo pode ter se perdido. “Se o homem vai à frente e deixa a mulher atrás ele não tem carinho ou não é protetor dela, porque por mais que estejamos vivendo um momento de diretos iguais esse é um cuidado natural e que faz parte da estrutura da espécie humana. É puro instinto o homem colocá-la à frente para poder protegê-la, e se não acontece é preocupante”, conta.

Mãos sempre escondidas ou cerradas

Mãos sempre cerradas ou escondidas não são bom sinal. Foto: innovatedcaptures/iStock
Mãos sempre cerradas ou escondidas não são bom sinal. Foto: innovatedcaptures/iStock

As mãos também podem revelar muitas informações sobre uma relação, seja ela de trabalho, de amizade ou, claro, romântica. “Você pode observar que um casal tende a estar em um momento ruim quando as mãos estão embaixo da mesa, ou se estão acima ficam sempre cerradas. Uma mulher que gesticula com as mãos muito para o alto também está demonstrando que não está confortável, porque isso é sinal de ataque ou defesa de quando não se sente segura”, aponta.

Sonhar com traição

Sonhar com traição é um aviso do cérebro para que você cuide melhor do outro. Foto: KatarzynaBialasiewicz/iStock
Sonhar com traição é um aviso do cérebro para que você cuide melhor do outro. Foto: KatarzynaBialasiewicz/iStock

De acordo com Oliveira, sonhar que o seu marido – ou ele ter esse sonho com você – está te traindo não significa que realmente esteja, mas te mostra que é hora de passar dar mais atenção à relação. “Isso mostra que a linha de acesso está sendo rompida, é um aviso do seu cérebro que você deve cuidar mais do outro porque isso pode virar realidade no futuro, é o que chamamos de sonho de prospecção. Agora, se for sempre, todas as noites, é diferente, pode ser seu inconsciente te alertando e algo que percebeu durante o dia”, completa.

Falta de entrosamento

A boa relação é aquela em que existe parceria e compreensão, algo que deixa de fazer parte do cotidiano quando existe uma crise. “Temos muitos casais que competem e disputam espaço, sempre com ‘eu fiz’, ‘eu faço’ e muitos outros ‘eus’ que indicam uma tentativa de superioridade e não de divisão. Um relacionamento é como um jogo de frescobol, que é o único do mundo em que você precisa ajudar e completar a ação do outro para continuar ao invés de competir”, pontua.

O entrosamento também pode ser observado na maneira como vocês agem no dia a dia, já que o comportamento tende a ficar similar com o passar dos anos. “Pode notar que pessoas muito próximas passam a ter uma sintonia, seja na hora de dormir, ter fome ou até de ter vontade de ir ao banheiro quase ao mesmo tempo. Se todos os seus padrões são diferentes, isso indica que estão se distanciando”.

Hora de dar a volta por cima!

Primeiro, vale lembrar que estes sinais são considerados gerais, mas que se algum deles ocorre e mesmo assim vocês estão felizes juntos é possível que sejam uma exceção à regra. “Se você é feliz, ótimo, exceções acontecem. Depois, temos que ter em mente que as pessoas ainda confundem muito amor com paixão e isso leva muitos casais a se separarem. Aquela atração inicial dura em média de um ano a seis meses, podendo se estender até dois anos, depois o natural é que dê lugar a uma coisa mais equilibrada e sóbria”, esclarece.

Os sinais foram vários e ligaram seu “alerta”? Então é hora de tentar dar a volta por cima: “Nós sempre apostamos na reconstituição e reestruturação da relação. É a hora de tentar investir mais no outro, voltar a se dedicar na tentativa de recuperar o relacionamento que construiu. Não há como receber afeto sem dar afeto, e a iniciativa precisa partir de uma das partes. Se não deu certo, aí você pode partir para outra de consciência tranquila e sem arrependimentos – que costumam surgir até anos mais tarde – de que não deu seu melhor”.

Advertisement

Enquetes

enquete

Qual tendência você acha mais difícil de usar?

Carregando ... Carregando ...